Deputada do PS quer diminuição das desigualdades nas comunidades ciganas

em Últimas

A deputada do PS Idália Serrão pediu à ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, que agora tutela a pasta da Cidadania e Igualdade, “um conjunto de medidas positivas” direcionadas para a redução das desigualdades nas comunidades ciganas, que “resultam de séculos continuados de exclusão em Portugal”. A parlamentar falava durante a audição da governante no âmbito da discussão na especialidade do Orçamento do Estado para 2018.

Idália Serrão revelou que se estima “que existam cerca de 40 a 60 mil cidadãos portugueses de etnia cigana”, sendo estes cidadãos os “mais pobres, com os maiores défices de habitação, maiores défices de escolaridade e os maiores alvos de racismo e discriminação na sociedade portuguesa”. Segundo a deputada, “a representação social que os portugueses têm dos cidadãos de etnia cigana é enviesada e cáustica”.

“Em matéria de inclusão, as relações sociais têm sempre dois lados de interação e isto exige por parte de quem desenha as políticas um lado de esforço para intervir e produzir efeitos, quer dentro das comunidades ciganas, mas também com a sociedade maioritária, com a qual é necessário trabalhar”

Neste sentido, Idália Serrão perguntou ao Governo que estratégia será desenvolvida e de que forma se refletirá essa intervenção no Orçamento do Estado para 2018. A socialista questionou ainda se o programa de apoio ao acesso dos jovens ciganos ao ensino superior, financiado pelo programa Escolhas, “tem alguma hipótese de passar a medida positiva de política social, deixando de estar sujeito ao financiamento de um programa sem caráter regular”.

Ros Monteiro, secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, revelou que o Executivo está a desenvolver uma estratégia nacional para integração das comunidades ciganas, que está neste momento em fase de revisão, cujo objetivo é intensificar domínios como a educação, a habitação e o emprego. Está ainda a ser criado um grupo de trabalho para estudar e definir a integração das comunidades ciganas nos próximos censos, acrescentou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Últimas

0 0.00
Ir para Topo