Arroz, arte e livros à mesa na capital do Sorraia

em Cultura

As jornadas de gastronomia “Sabores do Arroz” decorrem de sexta dia 13 a domingo dia 15 de outubro no Centro de Exposições em Coruche, a par da Feira do Livro que já começou esta segunda-feira e se prolonga também até domingo. Em paralelo decorre ainda Bienal de artes Plásticas que oferece centenas de obras de arte para ver na zona ribeirinha de Coruche. Tudo motivos para uma visita à capital do Sorraia.

No que à mesa diz respeito, pode deslocar-se ao Centro de Exposições, onde vai ter tasquinhas, na animação musical e sessões de showcooking. Os restaurantes presentes são O Choupo, O Farnel, Sabores de Coruche e Fonte do Pau. O arroz servido é o que é produzido na lezíria ribatejana, não fosse Coruche um concelho produtor de arroz por excelência, com grandes indústrias associadas à fileira. Pode conhecer oarroz de polvo, a cabidela, a canja de garoupa, o arroz de pato bravo, alguns dos menus desta iniciativa, sem esquecer um dos ex-libris da região: o arroz doce, apresentado na sua receita mais simples mas também com novas propostas, reinventando a mais tradicional das receitas. Há também o arroz doce de castanhas, as papas de abóbora, bolo de mel e areias do Sorraia, para fechar em pleno uma refeição que depois pode digerir melhor na
33.ª Feira do Livro de Coruche, que decorre no mesmo espaço. A feira começou na segunda e já por lá passou a apresentadora Fátima Lopes e o Padre Borga, mas também a escritora Alice Vieira e Ana Simão. Esta quinta-feira vai estar presente Nuno Magalhães (10h) e na sexta é a vez de Alexandre Honrado. Quem por lá vai estar também é o escritor Pedro Mexia, no sábado, às 18h, conhecido pela sua participação no programa “Governo Sombra”, da TVI e TSF. No domingo, será a vez da artista plástica Cláudia Ferreira desenvolver ateliês para crianças, às 10h e às 14h30. Também para os mais miúdos, a peça de teatro infantil “A Bela Adormecida” pela companhia de teatro Rituais Dell Arte, está agendada para as 16h de sábado. À noite, no sábado, há um baile de encerramento da Bienal de Coruche/Feira do Livro que está a decorrer por estes dias em vários espaços da vila. Este baile é protagonizado pela Orquestra Royal. No domingo à trade, há um tertúlia dançante com o tema poesia filmada e a projeção da curta metragem de Frederico Ferreira chamada “Luto branco”, no auditório do pavilhão municipal pelas 15h. Na sexta a não perder o concerto com o quinteto de jazz de Lisboa, às 22h30.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

Um Homem da Cultura

Faleceu João Gomes Moreira, um homem generoso, solidário, gostando de se ver
0 0.00
Ir para Topo