• IMG_0118.jpg
  • IMG_0114.jpg
  • IMG_0111.jpg
  • IMG_0107.jpg
  • IMG_0106.jpg
  • IMG_0100.jpg
  • IMG_0098.jpg

Empreendedores jovens do Ribatejo criam soluções práticas inovadoras

em Economia

 

Este ano a Nersant volta a premiar os melhores trabalhos e ideias apresentados no âmbito do projeto EmpreEscola, destinado aos alunos do ensino secundário e profissional. O concurso está dividido entre Médio Tejo e Lezíria do Tejo e a entrega dos prémios aconteceu no dia 5 de junho, em Torres Novas e Santarém. No Médio Tejo, o projeto vencedor da melhor ideia empresarial foi de uma equipa da Escola Profissional de Ourém, que desenvolveu a Bengatrónica, uma bengala ergonómica destinada aos invisuais. Esta bengala tem um sensor de luz que avisa com um sinal sonoro quando as luzes estão acesas. Tem ainda três sensores ultrassónicos que alertam para a proximidade de obstáculos na área do invisual e ainda ao nível da cintura. O projeto desenvolveu ainda uns óculos com o mesmo tipo de sensores que ao detetar um obstáculo a nível da cabeça, a menos de 65 cm, ativa um motor vibratório de forma a avisar o invisual. A Ideia mais Inovadora foi o projeto da Escola Profissional de Torres Novas “QR4YOU”, uma aplicação para a partilha de informações entre hospitais. O projeto “Macinovation”, do Agrupamento Verde Horizonte de Mação, criou a Sleepillow, uma almofada que recorre a diversos produtos biológicos para tornar mais eficiente o sono do seu utilizador. Este foi o Melhor Trabalho de Equipa da região do Médio Tejo.

Na Lezíria do Tejo, a Melhor Ideia Empresarial foi a da equipa “Pet + (plus)”, da Escola Secundaria Sá da Bandeira, que desenvolveu uma aplicação que, em conjunto com uma plataforma online, ajuda a localizar animais (com chip) através de GPS. O júri atribuiu ainda uma menção honrosa ao projeto “Control Sit”, da Escola Técnica e Profissional do Ribatejo (ETPR).

A Ideia Mais Inovadora da Lezíria foi a da equipa “Engoma Pro-Teck”, também da ETPR, que desenvolveu um sensor para as tábuas de engomar que previne que os utilizadores deixem o ferro ligado. Para a Escola Sá da Bandeira, projeto “B-Plastik”, foi uma menção honrosa.

“Ideia School Chairs”, da Escola Secundária de Coruche, foi o Melhor Trabalho de Equipa. Este projeto propôs uma cadeira ajustável para cada tipo de postura e estrutura ou altura. O júri atribuiu ainda uma menção honrosa ao projeto “Scalevents” da Escola Secundaria Sá da Bandeira.

Prémios

As melhores ideias empresariais receberam um vale de 750 euros em compras de material informático. As ideias mais inovadoras receberam 500 euros e os melhores trabalhos de equipa receberam um vale de 250 euros. Os projetos empresariais recebem ainda apoio técnico da Nersant e pré-incubação da empresa, caso avancem para sua criação.

O projeto EmpreEscola – Empreender no Ensino Secundário faz parte de uma estratégia de apoio ao empreendedorismo nas escolas e que integra ainda o EmpCriança e o EmpJovem.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Economia

0 0.00
Ir para Topo