agosto 19, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Relatório e destaques do FP1 do Grande Prêmio da França de 2022: Leclerc bate Verstappen no tempo mais rápido na abertura dos treinos do GP da França

O fim de semana de Charles Leclerc no Grande Prêmio da França começou bem ao bater o rival Max Verstappen no melhor tempo nos treinos de abertura no Circuito Paul Ricard.

O piloto da Ferrari marcou 33,930 segundos com o pneu macio para terminar a corrida 0,091 segundos à frente da Red Bull, mas Verstappen perdeu quase vinte segundos seguidos na curva 11 em sua melhor volta.

Carlos Sainz estava a mais de 0,3 segundos da liderança em terceiro, e o espanhol enfrenta um fim de semana difícil depois que a Ferrari instalou novos controles eletrônicos em seu F1-75, o que levou a uma penalidade de 10 pontos.

Leia mais: Sainz é punido com 10 vagas no grid na França depois de assumir novo componente do motor

Os três compostos de pneus foram mostrados na primeira sessão de 60 minutos do fim de semana, enquanto as equipes avaliavam como a borracha da Pirelli está lidando com a onda de calor que agora percorre a Europa. As temperaturas da pista chegaram a 58 graus Celsius.

1


Carlos
Leclerc
LEC
Ferrari

1: 33.930

2


o de cima
Verstappen
VER
Corrida Red Bull

+ 0,091 segundos

3


Carlos
Sinais
Autoridade Suprema para Controle Financeiro e Responsabilidade
Ferrari

+ 0,338 segundos

4


Jorge
contato
russos
mercedes

+ 0,951 segundos

5


Pierre
paquerador
Gás
AlphaTauri

+ 1,049 segundos

Trazendo atualizações para a França, a Mercedes ficou a um segundo dos tempos mais rápidos, graças a George Russell, já que o reserva da equipe Nick de Vries pegou emprestado o carro de Lewis Hamilton para o TL1 e terminou em nono, meio segundo atrás.

Foi a primeira vez na carreira de Hamilton – ele chegou ao fim de semana do Grande Prêmio de 300 na França – que ele desistiu de seu carro para uma sessão de TL1. As regras estabelecem que todo piloto deve fazê-lo pelo menos uma vez nesta temporada, e o heptacampeão mundial, que assistiu ao evento de uma garagem da Mercedes ao lado de seu técnico Toto Wolff, optou por deixar o cargo nesta semana.

Quando isso acontecer: siga todos os procedimentos desde o primeiro treino do Grande Prêmio da França

Pierre Gasly e Yuki Tsunoda da AlphaTauri estão gritando por atualizações, tendo recebido novas peças novamente na quarta corrida em Imola, e foram recompensados ​​em Paul Ricard.

Os primeiros sinais são positivos, com Pierre Gasly a apenas um segundo da liderança em quinto na corrida em casa – mas Tsunoda caiu em 18º, mais de dois segundos abaixo da velocidade máxima.

Sergio Perez estava girando um pouco na curva 4 antes de continuar, o mexicano sexto, à frente do pioneiro da McLaren Lando Norris, cuja equipe trouxe mais peças novas do que qualquer outra equipe neste fim de semana.

Destaques do TL1: Grande Prêmio da França

O britânico não estava correndo no TL1, no entanto, já que a McLaren fez alguns testes consecutivos com Daniel Ricciardo – que terminou em 10º – e teve a chance de experimentá-lo.

Alex Albon foi um bom oitavo para a Williams, mais de 1,5 segundo à frente do companheiro de equipe Nicholas Latifi, que estava executando o novo pacote de atualização pela primeira vez, mas terminou em 20º no geral.

Zhou Guanyu foi o carro-chefe da Alfa Romeo em 11º lugar, à frente de Lance Stroll da Aston Martin e favorito da casa Esteban Ocon nos Alpes, com Sebastian Vettel – que levou Aston Martin de 100 anos Para circular Paul Ricard na quinta-feira – dia 14.

O bicampeão mundial Fernando Alonso ficou em 15º, à frente da dupla Haas de Mick Schumacher e Kevin Magnussen, que ainda aguardam suas primeiras atualizações da temporada, com Robert Kubica – carro emprestado de Valtteri Bottas para FP1-19.

Quem vai marcar no GP da França de 2022? Escolha o seu time dos sonhos antes de se classificar e enfrente o mundo para ganhar grandes prêmios com o jogo oficial da Fórmula 1 Fantasy. Registre-se, junte-se a ligas e gerencie sua equipe aqui.

READ  Matt Carpenter fraturou o pé esquerdo devido a uma bola de falta em meio à temporada renovada com o New York Yankees