Abril 21, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Parlamento de Portugal não consegue eleger um presidente

Parlamento de Portugal não consegue eleger um presidente

O fragmentado novo parlamento de Portugal não conseguiu eleger um presidente na terça-feira, num impasse na sua primeira sessão.

O partido de centro-direita do primeiro-ministro Luis Montenegro venceu as eleições por pouco no início deste mês, com o seu candidato José Pedro Aguirre-Franco a ficar aquém dos 116 votos necessários para ser eleito presidente.

O partido do Montenegro é o maior no parlamento, mas não pode garantir uma maioria sem o apoio do partido de extrema-direita Sega – que o novo primeiro-ministro rejeitou.

Embora o presidente da SEGA, André Ventura, tenha dito na segunda-feira que o partido votaria em Aguiar-Franco, os resultados mostraram que muitos dos seus 50 deputados não o fizeram.

Ventura acusou membros da Aliança Democrática (AD) de Montenegro de rejeitarem publicamente um acordo bipartidário que poderia ter garantido o apoio da Sega.

A AD retirou posteriormente a candidatura de Aguiar-Branco.

Montenegro, que se recusou veementemente a formar uma aliança com a Sega, prometeu formar um governo minoritário.

Ventura disse que assumiria a responsabilidade por qualquer instabilidade política, mas insistiu que Montenegro “não tinha nenhuma razão interna ou externa para duvidar da nossa capacidade de ter um governo estável” depois de assumir o cargo.

O PUNCH Online informou anteriormente que Montenegro foi nomeado primeiro-ministro de Portugal, mas terá de formar um governo de coligação e lutar contra a crescente extrema-direita após a vitória estreita do seu partido nas eleições parlamentares.

O advogado e parlamentar de 51 anos sucede a António Costa, do Partido Socialista, no poder desde 2015.

AFP

Todos os direitos reservados. Este conteúdo e outros conteúdos digitais deste site não podem ser reproduzidos, publicados, transmitidos, reescritos ou redistribuídos, no todo ou em parte, sem permissão expressa por escrito da PUNCH.

Contato: theeditor@punchng.com