Câmara do Cartaxo quer reaver terrenos cedidos à Avipronto

em Economia

A Câmara Municipal do Cartaxo vai pedir a reversão, a favor do município, dos terrenos que a Avipronto detém na ZAE-Casal Branco, em Pontével. Estes 20 lotes de terreno foram entregues à empresa pelo valor simbólico de um euro mas nunca avançou o investimento. Por isso, Pedro Ribeiro, presidente da autarquia, considera que “devem regressar ao património do município”. O autarca diz que já tentou contactar a empresa por diversas vezes mas a Avipronto “não mostrou qualquer iniciativa real para iniciar os trabalhos de infraestruturas a que está obrigada pelo protocolo assinado em 2008”.

A reversão dos terrenos para o município “permitirá a procura de soluções para o investimento nas infraestruturas comuns que sabemos serem necessárias”, explicou o autarca, referindo que “uma das soluções consideradas, é que estas possam ser uma contrapartida das empresas que ali se venham a instalar”.

A proposta do presidente da Câmara Municipal foi aprovada por unanimidade, com o voto favorável de todas as forças políticas representadas na Câmara Municipal. A decisão final deverá agora ser deliberada na sessão da Assembleia Municipal que decorrerá no início de setembro.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Economia

0 0.00
Ir para Topo