Ex-ciclista Gonçalo Amorim encontrado morto em casa

em Destaque/Últimas

 

O ex-ciclista Gonçalo Amorim foi encontrado morto na noite de 1 de maio, na sua casa em Santarém. A sua falta foi notada por colegas do CNEMA que estranharam a ausência durante o dia de hoje, quando está a acontecer a Semana Académica precisamente neste local onde Gonçalo Amorim trabalhava como gestor de eventos.

Gonçalo Amorim foi ciclista durante cerca de 20 anos tendo abandonado a carreira em 2005. Foi depois diretor desportivo da equipa de ciclismo do Benfica e até chegou a ser candidato do PSD à Junta de Freguesia do Cartaxo, de onde era natural e onde era membro da assembleia de freguesia. Tinha 39 anos, era divorciado e tinha duas filhas menores. Atualmente era também responsável pelo CV Bar em Almeirim, onde também atuava como DJ. Profissionalmente, trabalhava como gestor de eventos no CNEMA, onde tinha a seu cargo a organização do cartaz musical da Feira Nacional de Agricultura e também, entre outros certames, da Festibike que o ciclista soube dinamizar e tornar no maior evento nacional e um dos maiores ibéricos deste setor.

O funeral de Gonçalo Amorim está marcado para quinta-feira, dia 3 de maio, a partir das 15h, no cemitério do Cartaxo onde ficará sepultado. O corpo do ex-ciclista deve seguir ainda hoje, a partir das 17h, para a casa mortuária do Cartaxo, junto à igreja de São João Batista, onde estará em câmara ardente.

12 Comments

  1. É pena que grandes Atletas sejam relembrados por esta forma.

    Os meus pesames a toda a familia e amigos

    Que a seu nome seja sempre em todo os eventos por si iniciados.

    FICA EM PAZ

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Destaque

0 0.00
Ir para Topo