maio 16, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Um grande número de casas foram licenciadas nos últimos 10 anos

Em 2021 foram licenciados 25.100 edifícios, um aumento de 9% face a 2020 e de 4% face a 2019. Mas o número de edifícios concluídos caiu mais de 30% na última década.

No ano passado, foram licenciados 25.100 edifícios, segundo o ECO, o número mais elevado em dez anos, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). No entanto, o número de edifícios concluídos caiu mais de 30% na última década. As zonas norte e centro estão na vanguarda de ambas as tipologias, com metade dos edifícios licenciados e concluídos centrados.

Em 2021, foram licenciados 25,1 mil edifícios e concluídos 15,2 mil edifícios, um aumento de 8,9% e 4,1%, respetivamente, face a 2020, quando o número de licenças aumentou 4,2% face a 2019, ano em que eclodiu a epidemia. Edifícios e 8% dos edifícios concluídos. Em termos de edifícios licenciados “o número mais elevado dos últimos dez anos é 2021” – um aumento de 17% em 2012.

Analisando os vários pontos do país, 38,6% do total de edifícios licenciados em 2021 estarão no Norte, 44% do total de apartamentos licenciados em construção nova para habitação familiar e 42,4% do total de área licenciada em Portugal. Juntamente com o centro, ambas as regiões representam 65,1% dos edifícios licenciados, 64% dos apartamentos recém-licenciados para nova construção de habitação familiar e 65,5% da área total licenciada do país.

Por sua vez, os edifícios licenciados na área metropolitana de Lisboa representam 17,5% do total de edifícios licenciados no país, 21,3% do número total de apartamentos licenciados em construção nova para habitação familiar e 17,6% do total da área licenciada.