Abril 13, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

SAW também colocou uma equipa portuguesa num major pela primeira vez

SAW também colocou uma equipa portuguesa num major pela primeira vez

Portugal e SAW fizeram-no pela primeira vez.

Portugal tem a sua primeira equipa em Counter Strike Major, SAW. A equipe se classificou para o PGL Major Copenhagen após a vitória sobre a FNATIC.

SAW estava 0-2, a um jogo da eliminação no RMR Europe A, mas deu a volta por cima. Portugal será a primeira equipa a apoiar um major depois de várias tentativas.

Viagem complicada para portugueses de SAW a Major

Portugal teve uma jornada tumultuada no processo de qualificação para o major. Duas derrotas esmagadoras para Virtus.pro e 9 Pandas deixaram o SAW cambaleando. Porém, o SAW parecia mais um time com atuações sólidas nos confrontos seguintes.

Resultados SAW vs fnatic (Vertigo e Viaduto)

Equipe 1

Equipe 2

Diagrama 1

Diagrama 2

Diagrama 3

Pontuação

SERRA

FNATIC

Vertigem (13-5)

Viaduto (13-4)

Ancestral

2-0

Vencer a FNATIC teria garantido ao SAW a primeira aparição da seleção portuguesa num major. No início do dia, a equipa viu dois dos seus ex-jogadores, Renato “Stadodo” Gonçalves e Diego “Just” Moura, garantirem a qualificação frente à mesma FNATIC.

No primeiro mapa, Vertigo, João “Story” Vieira, um AWPer português, era imparável. O jovem terminou a série com uma classificação de 2,06, 23K-9D. No segundo mapa, Viaduto, a história não é muito diferente. A grande diferença na pontuação foi que a história estava “flutuando” de volta no mapa.

Portugal, SAW e um final feliz para a Grande História

Em 2022, na qualificação para o PGL Major Antuérpia na RMR Europa, o SAW ficou a segundos do recorde histórico. SAW perdeu para Outsiders (Virtus.pro) em partida decisiva por 2-2. A história deixou os russos garantidos para levar o jogo para a prorrogação ao longo do tempo.

Portugal e Majors

Esta é uma especialização especial não só para SAW, mas também para Portugal. Durante anos, Ricardo “Fox” Pacheco foi o único jogador a representar Portugal nos principais torneios de Counter-Strike. Embora o país tenha outros representantes em treinadores como Helder “Cochi” Sancho e Gustavo “Juve” Alexandre, o cenário local tem exigido mais representatividade nos majores.

Juntamente com KOI, Statodo e Just garantiram um lugar no PGL Major Copenhagen e ampliaram a lista de portuguesas no prestigiado torneio. Hoje, o SAW amplia essa lista não só em termos de jogadores, mas também detém o recorde único de ter uma equipa portuguesa nos majors.