Abril 21, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Provar um vinho do Porto raro na Dusty's Cellar em Okemos pode inspirar uma viagem a Portugal

Provar um vinho do Porto raro na Dusty's Cellar em Okemos pode inspirar uma viagem a Portugal

Se tiver a sorte de ter visitado Portugal, um porto raro na Dusty's Cellar em Okemos na quinta-feira, 4 de abril, às 18h30, poderá transportar o seu paladar de volta. Se você não estiver indo para o famoso destino europeu do velho mundo, um pedaço único de vinho do Porto vintage de 136 anos pode reservar sua viagem.

“Fui para um resort à beira-mar em Portugal com a minha família”, diz Matt Rhodes, proprietário da Dusty's Cellar. “Minha única lembrança de álcool é do meu pai, Dusty, comprando-o a granel na beira da estrada.”

Atualmente, apenas 16 lugares estão disponíveis por US$ 325 por pessoa para a degustação, que será organizada pelo sommelier Jeremy Duggan do Dusty's Cellars. A charcutaria será servida quando Duggan oferecer quatro vinhos do Porto Quinta do Valladolid, incluindo a safra de 1888, que é vendida por US$ 5.000 a garrafa. Apenas foram produzidas 933 garrafas do raro porto, a partir de uma réplica portuguesa feita à mão do decantador de cristal usado por António Bernardo Ferreira I quando recebeu o príncipe alemão Friedrich de Hesse-Cassel na quinta do Valladolid. ABF comprada em 1818.

Os convidados de Dusty também irão provar um porto tawny de 20 anos; E, em comparação, uma excelente safra de engarrafamento tardio de 2018. O Porto, doce e fortificado, geralmente com sabores de frutas vermelhas, chocolate, caramelo e nozes, costuma ser servido após o jantar em copos pequenos. Os Portos Tawny tendem a ser menos doces.

Quinto do Vallado, fundada em 1716, é uma das quintas mais antigas do Vale do Douro, no norte de Portugal, e é uma das adegas do Porto recomendadas aos turistas pela “Made for Spain & Portugal”, o fornecedor de passeios personalizados mais conectado da região. .

“Organizamos visitas privadas às melhores caves e adegas do Vale do Douro e do Porto”, afirma Virginia Iurita, fundadora da Made for Spain and Portugal, que há um quarto de século desenha itinerários e experiências exclusivas para visitantes internacionais. “Também temos acesso a um dos maiores especialistas portuários do mundo em Sintra, nos arredores de Lisboa, para que quando os passageiros não estejam a visitar o porto ou o Vale do Douro, possam ainda desfrutar de uma experiência incrível com um mestre.”

O conselho de Iurida levou-me à vila medieval de Sintra e ao seu castelo, onde experimentei pela primeira vez o Porto Branco à sombra do Palácio Nacional de Sintra com o Palácio da Pena no horizonte. Eu senti como se estivesse em um livro de histórias.

Fiquei em Sintra, no histórico Tivoli Palacio de Setais Royal Hotel, de 1787, ornamentado e com 29 quartos, onde me deleitei nos seus belos jardins e spa.

A minha caminhada fora dos portões do hotel até à Quinta do Regaleira, Património Mundial da UNESCO, foi uma experiência inesquecível e mágica. Os caminhos arborizados e as ruínas do castelo, as fontes italianas, as capelas e as piscinas são encantadores.

De volta a Lisboa, o hotel Tivoli, com 80 anos, Avenida Libertad, serve o porto com vista para a capital costeira de Portugal, com as suas lojas, museus, restaurantes e sessões dramáticas e tradicionais de fado.

“O vinho do Porto, aos poucos, vai ganhando um lugar maior no mundo”, disse Iurida. “Adoro beber um porto tónico ao pôr-do-sol com vista para a cidade do Porto e para o rio Douro que desagua no Atlântico.”

Destinado a Espanha e Portugal, organiza peregrinações a Fátima e férias de praia e golfe na região do Algarve.

Contato Michael Patrick Shiels MShiels@aol.com Seu novo livro: Travel Tatler – Not So Torrid Tales, está disponível para compra Amazon.com