Junho 25, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Esperam-se mais de 150 mil no MotoGP

Esperam-se mais de 150 mil no MotoGP

Região de Turismo do Algarve (RTA), João Fernandes, em declarações ao Presidente Lusa, considerou “muito importante o número de visitantes previstos para a corrida inaugural do Campeonato do Mundo de MotoGP”, mas sublinhou que os visitantes incluem também famílias que vão aproveitar a oportunidade . Passe o fim de semana no sul do país.

“No fim de semana, globalmente, esperamos que passem pelo circuito mais de 150.000 pessoas, sendo que a maior concentração será naturalmente no domingo, que ultrapassará os 60.000”, disse Paulo Pinheiro. Autódromo Internacional do Algarve, em conferência de imprensa.

João Fernandez destacou que três semanas antes do evento, as equipas testaram os seus equipamentos com os seus pilotos e equipas de apoio no circuito portimonense, o que representa um “impacto muito relevante” na atividade turística da região.

Referiu que o impacto se faz sentir na zona oeste do Algarve, mas “até à região de Vilamoura”, situada na zona centro da região, no concelho do Lule.

“Estamos falando de 65 mil pessoas, e mesmo que não vá ao evento, vem muita gente. Por exemplo, familiares de torcedores, onde um dos familiares vai ao evento. E outros vêm aqui levando a oportunidade de passar o fim de semana em Alagharko”, disse ele.

Assim, a procura da zona “ultrapassa o número de espectadores” das corridas e “não se esgota no setor hoteleiro junto ao autódromo”, acrescentou.

Segundo Jono Fernandez, a corrida voltou a ter um fator atrativo, vendo o português Miguel Oliveira com uma nova marca de moto (Aprilia, em vez da KTM) e a estreia em Grandes Prémios. O Campeonato Mundial de MotoGP de 2023 permite que os fãs “ansiosos” assistam à corrida meses após a competição.

“Sabemos que o MotoGP tem um impacto enorme não só quando acontece, mas também em termos de capacidade de promoção dos destinos. Além disso, oferece uma pista de ‘montanha-russa’ cheia de fãs – o Grande Prémio de Portimão. Um interesse especial.”

Em declarações à Lusa, o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) considerou que o evento levaria a hotéis da zona de Lagos e Portimão com “melhores” taxas de ocupação, e que o “impacto” do evento naquele setor chegaria a Vilamoura.

Helder Martins sublinhou que nestes períodos “na época baixa, temos de realizar eventos como este para garantir um aumento de ocupação”.

O MotoGP é a categoria rainha do motociclismo autónomo mundial, com o campeonato a arrancar este fim-de-semana em Portugal.