agosto 17, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Ernst & Young é multada em US$ 100 milhões após funcionários trapacearem em exames de CPA

Ernst & Young é multada em US$ 100 milhões após funcionários trapacearem em exames de CPA

A Securities and Exchange Commission disse na terça-feira que “um número significativo” de auditores da empresa de contabilidade trapaceou na parte ética do exame CPA e outros cursos de treinamento necessários para manter as licenças. Talvez o mais surpreendente é que a SEC disse que a Ernst & Young “apresentou uma solicitação” de que “não tinha problemas atuais com fraude quando, na verdade, a empresa foi informada da possibilidade de fraude no exame de ética da CPA”.

A multa de US$ 100 milhões é a maior já aplicada a uma empresa de auditoria.

“Esta ação inclui uma quebra de confiança por guardiões encarregados de auditar várias empresas públicas em nosso país”, disse Gurbert Grewal, diretor de fiscalização da SEC, em um comunicado à imprensa. “É simplesmente vergonhoso que os profissionais responsáveis ​​pelo controle de fraudes de clientes trapaceiem nos exames de ética para todas as coisas.”

Ele acrescentou que foi “igualmente chocante” que eles tenham dificultado sua investigação. “Esta ação deve enviar uma mensagem clara de que a SEC não tolerará falhas de integridade por auditores independentes que escolhem o erro mais fácil em vez do mais difícil”, disse Grewal.

Além da multa, a Securities and Exchange Commission ordenou que a Ernst & Young mantivesse dois consultores independentes para “ajudar a resolver suas deficiências”, com uma empresa revisando as ações da empresa em relação à ética e outra revisando suas falhas na divulgação.

“Nada é mais importante do que nossa integridade e nossa ética”, disse a Ernst & Young em comunicado que cumpre a ordem da SEC.

“Repetidas vezes, tomamos medidas para fortalecer nossa cultura de conformidade, ética e integridade no passado”, disse um porta-voz da empresa. “Continuaremos a tomar medidas abrangentes, incluindo medidas disciplinares, treinamento, monitoramento e comunicações que aumentarão nosso compromisso no futuro”.

A multa é o dobro da multa KPMG condenada a pagar em 2019 por acusações semelhantes de fraude.