janeiro 21, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Portugal multa dezenas de milhares de companhias aéreas e centenas de passageiros por não cumprimento das regras de entrada do COVID-19

As autoridades portuguesas multaram dezenas de milhares de companhias aéreas e centenas de passageiros por não cumprirem as novas regras de teste Covit-19 do país à sua chegada.

O primeiro-ministro português, Antonio Costa, já havia anunciado que, desde 1º de dezembro, viajantes estrangeiros, especialmente os mais afetados pelo vírus corona, foram afetados. Deve passar por inspeção obrigatória antes de entrar nas fronteiras de Portugal.

As autoridades exigiram que todos os indivíduos fossem submetidos a PCR ou teste rápido de antígeno, ao mesmo tempo que insistiam em que o procedimento de teste fosse realizado em condições laboratoriais.

Além disso, os testes de PCR devem ser feitos até 72 horas após a entrada, enquanto os testes rápidos de antígeno devem ser feitos 48 horas antes da chegada.

No entanto, nem todos concordam com as regras. Segundo notícias portuguesas, cerca de mil passageiros e 35 companhias aéreas foram multados de 1 de dezembro a 12 de dezembro por não cumprirem os novos requisitos de viagem.

O Ministério da Administração Interna disse que cerca de 3,80 mil passageiros e 3,8 mil aeronaves foram inspecionados desde o início do mês até 12 de dezembro para garantir que todos cumprem as regras de entrada quando chegam a Portugal.

Durante estas restrições, foram detetadas pelas autoridades competentes 987 infrações administrativas. SchengenVisaInfo.com Relatórios.

Isso significa que 987 passageiros não atenderam ao requisito do teste, o que gerou multas. Os viajantes são principalmente de países europeus.

Além dos passageiros, 35 companhias aéreas foram multadas por transportar passageiros COVID-19 não testados anteriormente.

Em relação à multa, o Primeiro-Ministro de Portugal afirmou que um passageiro será multado em € 20.000 se transportar alguém que não tenha realizado previamente o teste Covit-19 válido.

READ  Portugal impõe multas a passageiros e companhias aéreas por violar as regras de teste do governo

Actualmente, apenas as crianças com idade inferior a 12 anos estão isentas do requisito de teste quando vêm para Portugal.

Para além das medidas impostas a cidadãos de outros países, as autoridades portuguesas decidiram tornar mais rigorosas as regras dirigidas aos cidadãos do país.

“A chegada do inverno, a intensificação das ondas em muitos países europeus e a aproximação da época festiva levaram o governo a tomar medidas para prevenir um aumento significativo no número de infecções pelo Govt-19 nas últimas semanas.” Diz o relatório do governo.

A partir de 1º de dezembro, todos devem usar máscara dentro de casa. Além disso, todos os que desejam ir a bares, clubes, instalações de saúde e outros eventos de grande porte devem ter um resultado negativo recente do teste COVID-19, independentemente de seu estado de vacinação.

>> Os Açores em Portugal estão agora a obrigar os passageiros a entregar os resultados do teste Covit-19 antes da partida