Junho 22, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

O regulador português pretende aumentar as tarifas de eletricidade em 1,9% em 2024

O regulador português pretende aumentar as tarifas de eletricidade em 1,9% em 2024

A entidade reguladora do mercado eléctrico de Portugal, ERSE, aprovou um aumento de 1,9% nas tarifas reguladas que afectará um milhão de famílias e empresas a partir de Janeiro e afectará indirectamente os preços implementados pelos serviços públicos.

O aumento moderado, que a ERSE ainda não confirmou após consulta aos consumidores, empresas e outros grupos, fica abaixo da previsão do governo de inflação de 3,3% para o próximo ano.

A ERSE afirma em comunicado que espera que “os preços no mercado total de eletricidade (MIBEL) sejam inferiores aos registados em 2023”, mas registou um aumento nas tarifas de acesso à rede pagas por todos os consumidores e tem sido assim nos últimos dois anos. valor negativo.

Os futuros do MIBEL para 2024 foram negociados a 121,87 euros por megawatt-hora (MWh) na segunda-feira, o que compara com cerca de 107,8 euros atualmente.

O aumento limitado dos preços regulamentados em 2024 ajudará cerca de 947 mil consumidores portugueses em contratos baseados em preços, principalmente famílias e pequenas empresas, disse a ERSE.

Representam 6,4% do consumo total de eletricidade do país, mas como as famílias e as pequenas empresas portuguesas podem circular livremente entre contratos com preços regulados e de mercado, os serviços públicos devem ter em conta as tarifas da ERSE.

Os preços regulados pela ERSE são fixados ao longo do ano, embora possam ser revistos trimestralmente, em certa medida.

(Reportagem de Sergio Gonçalves, edição de Ed Osmond)