Abril 25, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Griffin Colapinto, de San Clemente, faz grande sucesso em Portugal – Orange County Register

Griffin Colapinto, de San Clemente, faz grande sucesso em Portugal – Orange County Register

Griffin Colapinto, de San Clemente, venceu o MEO Rip Curl Pro Portugal pela segunda vez no dia 16 de março de 2024, após a vitória no mesmo local há dois anos. (Foto de Diego Dis/World Surf League)

O surfista de San Clemente, Griffin Colapinto, conquistou uma grande vitória em Portugal no sábado, 16 de março, e o irmão mais novo, Crosby, que começou seu ano de estreia no World Surf League World Tour, também teve um desempenho notável.

A vitória de Griffin Colapindo foi a segunda no MEO Rip Curl Pro Portugal, que também venceu em 2022. A vitória lhe rendeu pontos valiosos que entrarão no ranking no final do ano – os cinco melhores surfistas competirão no Loire. Trestles, ao sul de San Clemente, venceu o campeonato mundial de um dia em setembro.

No ano passado, Colapinto foi eliminado para a Final 5 da WSL, mas ficou um pouco tímido para ganhar o título do campeonato.

Mas se ele mantiver o ritmo, poderá ter outra chance. Colapinto agora ocupa o primeiro lugar no World Tour deste ano rumo ao próximo evento, Rib Curl Bells Beach, na Austrália.

O Rib Curl Pro Portugal é a terceira etapa do World Tour, que começou no mês passado no Havai e já percorreu 10 localidades em todo o mundo.

Do lado feminino, a francesa Joanne Defay venceu a australiana Tyler Wright no surf de 4 a 6 pés no último dia.

O evento foi próximo de um confronto de irmãos San Clemente, com Crosby Colapinto avançando para as semifinais e Griffin Colapinto se juntando ao australiano Ethan Ewing na final.

Crosby Colapinto, de San Clemente, avançou para as semifinais do MEO Rip Curl Pro Portugal, um grande resultado para um surfista novato no circuito mundial.  (Foto de Damien Boullenot/Liga Mundial de Surf)
Crosby Colapinto, de San Clemente, avançou para as semifinais do MEO Rip Curl Pro Portugal, um grande resultado para um surfista novato no circuito mundial. (Foto de Damien Boullenot/Liga Mundial de Surf)

“Foi ótimo ver Crosby surfar sua bateria. Eu estava tão interessado no que ele estava fazendo que senti como se estivesse surfando o dobro da bateria”, disse Griffin Colapinto em entrevista à WSL.

Colapinto derrotou o brasileiro Gabriel Medina nas semifinais para avançar para a final.

Colapinto passou por uma cirurgia no quadril que o manteve fora da água por quase três meses. O nono lugar nas duas provas de abertura no Havaí o preocupou, mas depois da vitória em Portugal, ele disse que seu trabalho árduo para reabilitar a lesão valeu a pena.

“Às vezes você tem que acreditar, e agora que ganhei, estou empolgado”, disse ele.

Colapinto quase registrou 9,67 na bateria final com um cano traseiro.

Griffin Colapinto, de San Clemente, venceu o MEO Rip Curl Pro Portugal pela segunda vez no dia 16 de março de 2024, após a vitória no mesmo local há dois anos.  (Foto de Damien Boullenot/Liga Mundial de Surf)
Griffin Colapinto, de San Clemente, venceu o MEO Rip Curl Pro Portugal pela segunda vez no dia 16 de março de 2024, após a vitória no mesmo local há dois anos. (Foto de Damien Boullenot/Liga Mundial de Surf)

Foi a quarta vitória na carreira de Colapinto desde que ingressou na turnê em 2018.

A janela de competição do Rip Curl Pro Bell's Beach abre no dia 26 de março e termina no dia 5 de abril.