setembro 29, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Cerca de 100 funcionários da King Charles alertaram que podem perder seus empregos

Cerca de 100 funcionários leais Para o rei Carlos III Eles foram avisados ​​de que poderiam perder seus empregos enquanto seu escritório se mudava para o Palácio de Buckingham – deixando-os “visivelmente confusos” e “completamente irritados”, de acordo com um relatório.

Os funcionários – alguns dos quais trabalham para Charles há décadas – receberam um aviso formal por escrito de que seus empregos estavam em jogo durante um serviço de agradecimento à rainha Elizabeth II na segunda-feira, Segundo o jornal The Guardian.

Os funcionários em risco são os da Clarence House, a antiga casa real do novo monarca de 73 anos, que fica a uma curta distância de sua nova residência, o Palácio de Buckingham.

O assessor-chefe do novo rei, Sir Cliff Alderton, disse à equipe que “o conjunto de trabalho anteriormente realizado nesta família em apoio aos interesses pessoais do ex-príncipe de Gales e atividades passadas e operações domésticas não será mais realizado” lá.

Isso significa que “a casa será fechada… na Clarence House”, ele alertou em uma carta vista pelo The Guardian.

O rei Carlos III em breve se despedirá de muitos servos leais que o serviram por décadas.
PISCINA / AFP via Getty Images

“É de se esperar, portanto, que a necessidade de cargos principalmente na Clarence House, cujo trabalho apóia essas áreas, não seja supérflua”, escreveu o secretário particular do rei.

“Aprecio que esta seja uma notícia preocupante”, admitiu, oferecendo “apoio”.

Fontes disseram ao jornal britânico que funcionários leais assumiram que ainda faziam parte da tripulação de Charles, dizendo que a notícia foi um choque completo, pois eles trabalhavam 24 horas por dia para facilitar a ascensão de Charles ao trono.

Casa Clarence.
Os funcionários em risco são os da Clarence House, a casa de Charles como herdeiro a uma curta distância do Palácio de Buckingham.
Biblioteca de fotos de Tim Graham via Get

“Todo mundo está absolutamente chateado, incluindo os secretários particulares e a equipe sênior”, disse uma fonte ao Guardian.

READ  Alega-se que John Lennon teve um caso com uma assistente adolescente que foi criada por Yoko Ono

“Todos os funcionários estão trabalhando até tarde todas as noites desde quinta-feira, para atendermos isso. As pessoas ficaram visivelmente abaladas com isso.”

Uma revisão anual no ano passado mostrou que a Clarence House empregava o equivalente a 101 funcionários em tempo integral, segundo o jornal britânico.

O jornal disse que ainda não foi determinada a identificação dos funcionários a serem abandonados. Em sua carta, Alderton disse que alguns funcionários que fornecem “apoio e conselhos diretos, próximos e pessoais” a Charles e à rainha Camilla permanecerão.

Um porta-voz da Clarence House confirmou ao jornal britânico que “as operações do príncipe de Gales e da ex-duquesa da Cornualha cessaram”.

“Nossos funcionários prestaram um serviço longo e leal e, embora as demissões sejam inevitáveis, estamos trabalhando com urgência para identificar funções alternativas para o maior número possível de funcionários”, insistiu o delegado..

A família real ainda não anunciou onde Charles viverá como rei. Apenas partes do Palácio de Buckingham são habitáveis, pois está passando por grandes obras de manutenção que devem durar anos, observa o Guardian.

Rei Charles III e rainha consorte Camilla deixando Clarence House na segunda-feira.
A Clarence House confirmou que “as operações domésticas do príncipe de Gales e da ex-duquesa da Cornualha cessaram”.
Imagens Getty

No entanto, o palácio continua a ser a sede principal da monarquia e a residência oficial do rei.

Charles também possui residência em Birkhall em Balmoral, Highgrove em Gloucestershire e Llwynywermod, uma casa de campo no País de Gales.

Ele também pode manter o uso do Castelo de Windsor e Sandringham House em Norfolk, ambos favorecidos por sua falecida mãe.