Abril 13, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

A revisão da FAA descobriu que a Boeing não cumpriu os padrões de controle de qualidade

A revisão da FAA descobriu que a Boeing não cumpriu os padrões de controle de qualidade

A FAA concluiu que a Boeing não cumpriu os requisitos de controle de qualidade de fabricação em “Vários casosapós uma auditoria de seis semanas lançada pelo regulador de segurança da aviação em resposta a um desastre quase catastrófico Incidente de 5 de janeiro Inclui Alaska Airlines 737 MAX 9.

A revisão da FAA encontrou defeitos tanto na Boeing quanto na Spirit AeroSystems, uma companhia aérea e grande construtora de fuselagens do Boeing 737.

“A FAA identificou problemas de não conformidade no controle do processo de fabricação da Boeing, manuseio e armazenamento de peças e monitoramento de produtos”, disse a FAA em seu comunicado.

A agência não divulgou um relatório completo, mas disse que sua última atualização faz parte da investigação em andamento.

O que a FAA disse sobre a Boeing até agora

A auditoria é uma das várias ações importantes que a agência tomou após o voo 1282 da Alaska Airlines, que se envolveu em um acidente. O plugue da porta voa No meio do vôo.

Em janeiro, introdução um relatório (PDF) Conduzido pelo Conselho Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB), descobriu-se que o avião do Alasca em questão havia sido entregue sem os quatro parafusos destinados a manter o tampão da porta no lugar.

Em fevereiro, a agência colocou a Boeing na lista Plano de melhoria de desempenhoessencialmente dando-lhes 90 dias para elaborar um plano abrangente que aborde “Problemas sistemáticos de controle de qualidade“.

No início daquele mês, o regulador restringiu a produção do 737 MAX pela Boeing. Durante esse período, o Diretor Executivo da FAA, Mike Whitaker, disse que a agência terá mais informações.Sapatos no chão“Nas próprias instalações da Boeing e da Spirit AeroSystem. Há poucos dias, Ed Clark, gerente geral da Boeing, disse que iria Ele deixou o fabricante de aeronaves Depois de quase duas décadas.

READ  As ações abriram em baixa com o aumento das preocupações com o banco

Como parte da investigação em curso da agência, o regulador disse que irá rever todas as “ações corretivas” tomadas pela Boeing para determinar se a Boeing abordou integralmente as conclusões da FAA.

Na semana passada, a Boeing, com sede em Arlington, Virgínia, disse que existia Conversas para conseguir Spirit AeroSystems, com sede em Wichita, Kansas.