Fevereiro 26, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

TAP de Portugal espera crescimento lento, mas bom, das receitas em 2024, diz CEO

TAP de Portugal espera crescimento lento, mas bom, das receitas em 2024, diz CEO

Os voos da TAP são vistos em um aeroporto de Lisboa, Portugal, em 2 de julho de 2020. REUTERS/Rafael Marchante/Foto de arquivo Obtenha direitos de licenciamento

LISBOA (Reuters) – A companhia aérea portuguesa TAP espera apresentar resultados sólidos novamente em 2024, embora com um crescimento de receita mais modesto, já que precisa manter seu apelo para potenciais compradores, disse o presidente-executivo Luis Rodriguez nesta terça-feira.

A companhia aérea estatal, que Portugal planeia privatizar em breve, registou um lucro recorde de 203,5 milhões de euros (219,52 milhões de dólares) nos primeiros nove meses do ano, revertendo uma perda de 90,8 milhões de euros um ano antes.

As suas receitas aumentaram quase 30%, para 3,2 mil milhões de euros, no período, ultrapassando os níveis pré-pandemia de 2019, disse Rodriguez, acrescentando que a TAP deve “explorar um crescimento modesto das receitas de 3% a 4% ao ano”. Recuperação pós-epidemia.

“Temos como meta o orçamento de 2024, que é um pouco mais agressivo do que isso”, disse ele, sem dar detalhes.

“Esperamos apresentar bons resultados novamente (em 2024)”, disse ele aos repórteres, acrescentando: “É prematuro nesta fase”.

Especialistas afirmam que a privatização da TAP corre o risco de ser adiada na sequência do recente colapso do governo socialista do país e com as eleições iminentes em 10 de março.

Rodríguez disse que o novo governo terá de tomar uma decisão sobre o assunto, alertando que “embora a privatização seja possível em 2024, não será fácil” devido às eleições portuguesas e a uma segunda eleição para o Parlamento Europeu.

O governo aprovou a venda de pelo menos 51% da TAP em setembro e a sua privatização já atraiu o interesse da Lufthansa (LHAG.DE), da Air France-KLM (AIRF.PA) e da proprietária da British Airways, IAG (ICAG.L).

READ  A maioria dos voos entre a América do Norte e a Madeira

“Informalmente, todos os três disseram que compreendem as atuais condições políticas e que aguardarão a decisão de retomar a privatização”, disse Rodriguez.

($1 = 0,9270 euros)

Reportagem de Sérgio Gonçalves; Edição de André Caleb e Paulo Simão

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

Obtenha direitos de licenciamentoAbre uma nova aba