Junho 25, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

PM de Portugal promove “maiores depósitos de lítio na Europa” durante visita à Coreia do Sul

PM de Portugal promove “maiores depósitos de lítio na Europa” durante visita à Coreia do Sul

PM “oferece acesso a mercados europeus e lusófonos com 500 milhões de pessoas”

O primeiro-ministro António Costa realiza a sua visita oficial à Coreia do Sul, que termina hoje, àquela que descreve como “as maiores jazidas de lítio da Europa” (que se encontram em Portugal).

A Lusa explica que o primeiro-ministro apreciou a ‘riqueza em lítio’ do país (antes de ser extraído) e também deu acesso aos mercados europeu e lusófono com 500 milhões de pessoas.

“Somos o sétimo maior produtor de lítio do mundo e o primeiro da Europa”, afirmou. “Em 2023, lançaremos seis mandatos públicos para exploração e exploração de lítio e queremos incentivar o desenvolvimento de cadeias de valor integradas para matérias-primas críticas”.

Como reitera a agência noticiosa estatal portuguesa, o principal objetivo do primeiro-ministro é ” Atrair novos investimentos de multinacionais sul-coreanas em setores como energia renovável, semicondutores e indústria automotiva”.

Em entrevista deuThe Korea Times“, Presidente da Comissão Executiva, Portugal “oferece a mais de 500 milhões de pessoas o acesso ao mercado europeu, pois o país tem fortes laços com a comunidade global lusófona”.

De seguida destacou a posição geográfica estratégica de Portugal, afirmando ser o país europeu mais próximo da América do Norte e do Sul e de grande parte de África, com a vantagem de ter ligações submarinas directas a todos os continentes.

“Portugal tem a maior reserva de lítio da Europa e a oitava maior do mundo com reservas superiores a 60 mil toneladas. Isso representa um grande potencial de cooperação com a Coreia do Sul. Este mineral é um componente fundamental para as baterias de veículos elétricos”, afirmou.

Em entrevista a outro jornal sul-coreano, “notícias financeirasO primeiro-ministro disse que está se concentrando na inovação e na gestão da qualidade de multinacionais sul-coreanas, como Hyundai Motors, Kia Motors, Samsung e LG.

“Os produtos coreanos são muito apreciados em todo o mundo e Portugal não é exceção”, afirmou, revelando mais tarde que foi dono de um Kia Sorento durante “muitos anos” e o considerou um “grande veículo”.

O primeiro-ministro acrescentou que Portugal tem um conjunto de incentivos ao investimento estrangeiro e que está a implementar um plano de recuperação e resiliência de cerca de 11 mil milhões de euros.

“Vou dar um exemplo, uma empresa estrangeira que vem para Portugal e cria um número significativo de postos de trabalho para jovens beneficia de redução das prestações da segurança social”.

Relativamente à indústria de semicondutores, António Costa destacou “a competitividade da infra-estrutura fabril, excelente mão-de-obra ao nível da engenharia, disponibilidade de água e energia em abundância, bem como embalagens de semicondutores de grande escala e fábricas-piloto de produção da Amcor Technology”.

O jornal descreveu Costa como “primeiro-ministro de Portugal desde novembro de 2015” que lidera o PS, “um partido político de centro-esquerda que rejeita políticas populistas e prossegue políticas pró-empresariais”.

Ingredientes: LUSA