Fevereiro 24, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Laranjas IGP do Algarve, Portugal estão no ponto de partida

Laranjas IGP do Algarve, Portugal estão no ponto de partida

Segundo Pedro Marques, gestor de exportação da exportadora portuguesa de produtos frescos Frutas Classe, o clima português é adequado ao cultivo da laranja: “A laranja é uma parte importante da produção agrícola de Portugal e o país é conhecido pelos seus citrinos de elevada qualidade. Portugal tem um clima favorável ao cultivo de citrinos, com invernos amenos e verões quentes, especialmente nas regiões do sul. A região do Algarve, no sul de Portugal, é particularmente conhecida pelos seus laranjais. A região beneficia de sol abundante e de um clima mediterrânico, criando condições ideais para o cultivo de citrinos. As laranjas portuguesas são frequentemente apreciadas pela sua doçura e suculência. Além do consumo interno, as laranjas portuguesas são também exportadas para vários mercados internacionais.

Marks espera que a produção de laranja da empresa aumente significativamente este ano. “A produção de citrinos em Portugal aumentou nos últimos dez anos e hoje produzimos cerca de 350 mil toneladas de citrinos em Portugal. Na Frutas Classe, embalámos e vendemos cerca de 2.000 toneladas de citrinos no ano passado. Dependendo do mercado, usamos todos os tipos de embalagens. Por exemplo, na França, é muito comum embalar laranjas com as folhas. As laranjas adquirem sua cor na árvore e são colhidas quando estão maduras. Quando exportadas para a Alemanha, são embalados em sacos de 1,5 kg.

Parece haver alguma confusão quando se trata da origem portuguesa das laranjas. Sobre as laranjas espanholas serem falsamente rotuladas como portuguesas nos novos mercados, Márquez explica: “Hoje, a qualidade das laranjas portuguesas é bem conhecida e os clientes pagam mais por uma laranja de Portugal do que por laranjas de Espanha. Nos mercados de frescos, pode haver alguma confusão entre os citrinos portugueses e espanhóis devido à sua proximidade geográfica e clima semelhante. Mas o fato de a fruta ser colhida madura muda tudo. Este sucesso na qualidade traz muitos desafios, o maior dos quais é a fraude na fonte. É muito comum ver laranjas rotuladas como origem portuguesa nos mercados centrais, e é fácil ver na caixa que são laranjas espanholas. Este tipo de laranja é vendido por 20/30 cêntimos menos que a laranja genuína portuguesa.

READ  A primeira vitória de Portugal em solo macedónio

Marks diz que o símbolo IGP é fundamental para informar os compradores sobre o que estão comprando, rotulando incorretamente as laranjas. “É por isso que só oferecemos laranjas dos nossos produtores históricos do Algarve, e quando possível oferecemos laranjas IGP (Indicação Geográfica Protegida), o que garante que a produção de Portugal é autêntica e com a qualidade dos nossos citrinos. “

A temporada dessas laranjas rotuladas como IGP começou oficialmente: “As autoridades declararam que as laranjas colhidas depois de 4 de dezembro são naturalmente coloridas e contêm açúcar suficiente para serem vendidas como IGP para o benefício de todos os bons produtores. Como toda temporada, a produção começa com um novo tipo de salão nesta temporada. Esta variedade possui excelente sabor e doçura incomparável. No final de janeiro mudaremos para Lane Late e em julho Valência terminará tarde. As laranjas portuguesas continuam a crescer de Dezembro a Julho com excelente qualidade no sabor, qualidade e tamanho! Conclui Marx.

Para maiores informações:
Pedro Márquez
Aula de frutas
Telefone: (+351) 918 384 498
E-mail: pedromarques@frutasclasse.pt
www.frutasclasse.pt