maio 22, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Putin muda liderança na guerra da Ucrânia enquanto autoridades de defesa alertam para se concentrar no leste

Putin muda liderança na guerra da Ucrânia enquanto autoridades de defesa alertam para se concentrar no leste

o novoAgora você pode ouvir os artigos da Fox News!

Presidente russo Vladimir Putin Nomeado novo comandante do Comando de Operações na Ucrânia, enquanto autoridades alertam que Moscou está procurando mudar seu foco para lá leste da ucrânia Depois de mais de seis semanas de guerra.

A BBC informou na sexta-feira que o general Alexander Dvornikov, comandante do Distrito Militar do Sul da Rússia, agora liderará a invasão.

Rússia invade a Ucrânia: atualizações ao vivo

Uma foto divulgada pelo Ministério da Defesa da Ucrânia na quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022, mostra a linha de frente em Donbass, uma zona de conflito com separatistas apoiados pela Rússia, durante a visita do presidente Volodymyr Zelensky à região de Donetsk, no leste da Ucrânia.
(Epress via Reuters Connect)

Dvornikov não só tinha experiência na campanha russa na Síria, mas também liderou exercícios militares no sul da Rússia no ano passado, ao longo da fronteira ucraniana com a região de Donbass.

Uma autoridade ocidental disse ao jornal que a mudança na liderança melhoraria a vacilante invasão russa depois que ela não conseguiu capturar a capital, Kiev, apesar de semanas de bombardeios e tentativas de empurrar forças terrestres por todo o país.

“A menos que a Rússia seja capaz de mudar suas táticas, é muito difícil ver como eles estão tendo sucesso mesmo nesses objetivos limitados que eles mesmos recalibraram”, disse o funcionário.

Mas a Rússia fez mais progressos no sul e no leste da Ucrânia – progresso que as principais autoridades de defesa dos EUA disseram que se deve em grande parte à sua ocupação ilegal de oito anos de regiões como a Crimeia.

READ  2024 Testemunha: O apoio de Biden diminui entre os democratas na primeira primária presidencial

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, alertou esta semana que a Rússia está procurando concentrar seus esforços em uma “grande ofensiva” no leste da Ucrânia, onde as forças apoiadas pela Rússia lutam contra os militares ucranianos desde 2014 nos autoproclamados povos de Donetsk e Luhansk. . .

As regiões separatistas estão localizadas ao longo da fronteira leste da Ucrânia em uma região conhecida como Donbass.

Seis meses antes de a Rússia invadir a Ucrânia sob o disfarce de uma “operação militar especial”, Dvornikov supervisionou diretamente exercícios militares que conduziram “operações de armas combinadas de 9 de agosto a 15 de setembro” no sul da Rússia, segundo o Instituto para o Estudo da Guerra.

Os exercícios supostamente incluíam “missões táticas” que incluíam “batalhões automáticos de fuzis, tanques e artilharia” em coordenação com unidades especializadas anexadas.

Parentes do coronel Vladimir Chuga, comandante de um batalhão de reconhecimento da autoproclamada República Popular de Donetsk, durante uma cerimônia de despedida em Donetsk, leste da Ucrânia, segunda-feira, 7 de março de 2022. Chuga recebeu postumamente o título de Herói da Federação Russa.  .

Parentes do coronel Vladimir Chuga, comandante de um batalhão de reconhecimento da autoproclamada República Popular de Donetsk, durante uma cerimônia de despedida em Donetsk, leste da Ucrânia, segunda-feira, 7 de março de 2022. Chuga recebeu postumamente o título de Herói da Federação Russa. .
(Foto AP)

Rússia mobiliza 60.000 reservistas enquanto mira no leste da Ucrânia: alto funcionário de defesa

Unidades especializadas focadas em defesas “biológicas, radiológicas e nucleares”. Reconhecimento, guerra eletrônica logística, treinamento médico, aviação e exercícios da polícia militar também foram realizados.

O relatório observou que “navios de guerra da Frota do Mar Cáspio, Frota do Mar Negro, Fuzileiros Navais e pelo menos 80 aeronaves de asa fixa e rotativa” participaram dos exercícios.

Os exercícios foram realizados ao longo das fronteiras orientais da Ucrânia, bem como na Crimeia ocupada e em partes da Geórgia ocupada.

READ  Coluna: Proibição de alumina australiana pressionará Rusal e alumínio

o Relatório Ele ressaltou que as forças russas estão ansiosas para praticar operações conjuntas com base nas lições aprendidas com as experiências na Síria.

Os Estados Unidos e a Otan se comprometeram a aumentar o apoio militar enquanto autoridades alertam que a guerra no leste da Ucrânia deve se tornar cada vez mais brutal.

“Esta vai ser uma luta de facas. Pode ser muito sangrenta e muito feia”, disse um alto funcionário da defesa dos EUA a repórteres na sexta-feira. “Os russos limitam seus alvos geográficos e ainda têm muito poder de combate à sua disposição.”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o alto representante da UE para Relações Exteriores e Política de Segurança Josep Borrell, o primeiro-ministro eslovaco Eduard Heger e o primeiro-ministro ucraniano Denis Shmyal estão ao lado de uma vala comum enquanto visitam a cidade de Bucha, como Rússia.  O ataque à Ucrânia continua, fora de Kiev, Ucrânia, em 8 de abril de 2022.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o alto representante da UE para Relações Exteriores e Política de Segurança Josep Borrell, o primeiro-ministro eslovaco Eduard Heger e o primeiro-ministro ucraniano Denis Shmyal estão ao lado de uma vala comum enquanto visitam a cidade de Bucha, como Rússia. O ataque à Ucrânia continua, fora de Kiev, Ucrânia, em 8 de abril de 2022.
(Reuters/Valentin Ogirenko)

CLIQUE AQUI PARA O APP FOX NEWS

A autoridade disse que os Estados Unidos acreditam que a Rússia está procurando adicionar 60.000 recrutas ao seu esforço de guerra, enquanto se concentra no leste da Ucrânia – uma área aproximadamente do tamanho da Virgínia Ocidental.

Autoridades de segurança dos EUA e da Otan alertaram que a guerra na Ucrânia pode durar meses, se não anos.