fevereiro 7, 2023

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Primeiro-Ministro quer que a ASAE investigue os altos preços praticados em alguns alimentos

Mesmo levando em conta a inflação, o aumento, diz ele, é “difícil de entender”.

O primeiro-ministro de Portugal, Antonio Costa, lançou uma nova bola curva no debate sobre o custo de vida.

Disse em entrevista à CMTV – a passar depois do Natal – que pretende que a ASAE (Autoridade de Segurança Alimentar e Acompanhamento Económico) “veja o que se passa na cadeia de preços dos alimentos para justificar o enorme aumento que se tem registado” .

O secretário-geral do Partido Socialista do PS admitiu que não sabia o preço do quilo de arroz, mas “tem a impressão de que o alimento básico que temos aumentou. Médias de inflação”.

O Sr. Costa deu exemplos de alguns tipos de peixe “aumentando em 70%” e outros alimentos básicos em aproximadamente 30%.

“O que justifica uma diferença tão grande?” ele perguntou.

Segundo uma reportagem hoje do Correio da Manhã ‘irmã’ da CMTV, o primeiro-ministro acredita mesmo que a investigação da ASAE não será suficiente “porque a subida de preços não é só na distribuição, é em toda a cadeia, e é importante perceber o que se passa …”

Conforme explica o artigo, “o primeiro-ministro indicou que foram tomadas medidas para reduzir esses custos (crescentes) – como a eliminação do IVA sobre alimentação animal e fertilizantes, por exemplo”.

Sim, “há um elemento de inflação” é a linha de fundo do PM. Mas “vamos aproveitar ao máximo” também pode ser…

natasha.donn@portugalresident.com

READ  Autoridades portuguesas detêm o rabino, que teria ajudado o milionário russo