Julho 13, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Portugal é o primeiro país a ter observatórios de sustentabilidade em todas as zonas turísticas

Portugal é o primeiro país a ter observatórios de sustentabilidade em todas as zonas turísticas







Portugal é o primeiro país a ter observatórios de sustentabilidade em todas as zonas turísticas<br />









Você pode tentar acessar este site a partir de um navegador seguro no servidor. Execute os scripts e recarregue esta página.



































Consistência

02.07.2024

Portugal é o primeiro país a ter observatórios de sustentabilidade em todas as zonas turísticas

Texto Rico

,

Turismo de Portugal começou Rede de Observatórios Regionais de Sustentabilidade, o que faz de Portugal o primeiro país a ter observatórios de sustentabilidade em todas as zonas turísticas. A apresentação da rede realizou-se no Centro de Incubação de Base Tecnológica (CIBT) localizado nas instalações da Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril.

A iniciativa reforça a ambição do país em se posicionar como um dos destinos turísticos mais competitivos e sustentáveis ​​do mundo. O evento contou com a presença do Presidente do Turismo de Portugal, Carlos Abed, representantes das Regiões Autónomas, Direções Regionais de Turismo e Universidades e Institutos Politécnicos.

Um dos objetivos estratégicos do Turismo de Portugal é aprofundar o conhecimento dos impactos da atividade turística no território e aumentar a eficiência no planeamento e gestão dos destinos. O objetivo do estabelecimento de uma rede de monitorização é promover a cooperação das metas na monitorização da sustentabilidade e apoiar o desenvolvimento de boas práticas de gestão a nível regional e local, bem como aumentar os esforços de cocriação e de promoção.

O marco hoje comemorado é resultado de um trabalho iniciado em janeiro de 2018, com a ONU Turismo A Rede Internacional de Observatórios do Turismo Sustentável (INSTO) reconheceu o Observatório do Turismo Sustentável do Alentejo (ASTO). Em janeiro de 2020 foram aprovados mais dois observatórios, o Observatório de Turismo dos Açores e o Observatório Regional do Turismo Sustentável do Algarve (AlgSTO). Mais recentemente, o laboratório do Centro tornou-se o quarto laboratório português a aderir ao INSTO.

Até ao final do ano, as candidaturas de adesão das recentemente criadas regiões Norte, Lisboa e Madeira serão submetidas à Organização das Nações Unidas para o Turismo (OMT).

O INSTO é uma rede de observatórios de turismo que visa monitorizar o impacto económico, ambiental e social do turismo ao nível do destino. Esta iniciativa baseia-se no compromisso da ONU Turismo (OMT) com o desenvolvimento sustentável e resiliente do sector através da medição e monitorização, apoiando a gestão do turismo baseada em dados.



  • Consistência


  • Turismo da ONU


  • Portugal


  • gerenciamento


  • turismo


  • Regiões


  • Turismo de Portugal


  • INSTO


  • redes


  • notícias


  • 2024