Maio 21, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

O Departamento de Justiça dos EUA está entrando com uma ação antitruste contra a Live Nation, informa o Wall Street Journal

O Departamento de Justiça dos EUA está entrando com uma ação antitruste contra a Live Nation, informa o Wall Street Journal

(Reuters) – O Departamento de Justiça dos Estados Unidos deverá abrir um processo antitruste contra a Live Nation Entertainment no próximo mês, informou o Wall Street Journal nesta segunda-feira, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A Ticketmaster, subsidiária da Live Nation, foi amplamente criticada pela forma como lidou com a turnê “Eras” de Taylor Swift em 2022, levando a pedidos para que as duas empresas fossem investigadas por prejudicar os consumidores por meio de seu domínio no mercado de eventos ao vivo.

Senadores dos EUA criticaram a falta de transparência, estrutura de taxas e incapacidade da Live Nation de impedir a compra de ingressos por meio de bots durante uma audiência em janeiro de 2023.

Joe Berchtold, presidente e diretor financeiro da Live Nation, pediu desculpas aos fãs de Swift naquela audiência, mas a Ticketmaster argumentou que os bots usados ​​pelos cambistas foram os culpados pelo desastre.

A ação do Departamento de Justiça alegará que a Live Nation alavancou sua participação controladora no mercado de ingressos para eventos ao vivo de uma forma que prejudica a concorrência, informou o Wall Street Journal.

A Live Nation não respondeu ao pedido de comentários da Reuters. Um porta-voz do Ministério da Justiça não quis comentar.

As ações da Live Nation caíram cerca de 6% nas negociações estendidas.

Os espectadores ficaram cautelosos em 2010, quando os reguladores federais se recusaram a impedir a fusão da Live Nation com a Ticketmaster sob um acordo.

Em 2019, o Departamento de Justiça acusou a Live Nation de intimidar locais para que usassem o Ticketmaster e chegou a um acordo revisado que estendeu as restrições à empresa até 2025.

(Reportagem de Granth Vanek em Bengaluru e Dan Whitcomb em Los Angeles; edição de Shilpi Majumdar e Leslie Adler)