Maio 19, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Marrocos junta-se a Portugal e Espanha na candidatura transnacional para acolher o Mundial de 2030

Marrocos junta-se a Portugal e Espanha na candidatura transnacional para acolher o Mundial de 2030

(CNN) Marrocos deve se juntar a Espanha e Portugal em sua candidatura para sediar a Copa do Mundo Masculina da FIFA 2030, aparentemente substituindo a Ucrânia em uma aliança de três vias com as duas nações europeias.

A Ucrânia disse em outubro passado que se juntaria a uma joint venture com a Espanha e Portugal. Mas o anúncio do Marrocos sugere que não fará mais parte do processo. A CNN entrou em contato com todos os países envolvidos.

O ministro dos Esportes do Marrocos, Saqib Benmousa, divulgou detalhes da candidatura do país do norte da África na terça-feira, citando uma carta do rei do Marrocos, Mohammed VI.

“Gostaria de anunciar que o Reino do Marrocos decidiu apresentar uma candidatura conjunta com Espanha e Portugal para sediar a Copa do Mundo de 2030”, disse ele na carta, informou a Reuters.

“Sem precedentes na história do futebol”, disse Benmousa, falando na cerimônia de premiação do Presidente do Jogador do Ano da Confederação Africana de Futebol em Kigali, Ruanda.

Vai “reunir a África e a Europa, o norte e o sul do Mediterrâneo e os mundos africano, árabe e euro-mediterrâneo”, afirmou. “Ele traz o melhor de todos nós — o resultado é uma combinação de genialidade, criatividade, experiência e metodologia.”

A nova aliança acrescenta outro esforço transcontinental ao processo, com um acordo de três vias entre Grécia, Arábia Saudita e Egito e uma joint venture separada entre Uruguai, Argentina, Paraguai e Chile.

Canadá, Estados Unidos e México sediarão a Copa do Mundo em 2026, tornando inédito que os países se unam para sediar a Copa do Mundo. O Japão também sediou o episódio de 2002 junto com a Coreia do Sul.

O anúncio do Marrocos marca sua candidatura histórica à Copa do Mundo de 2022.

O Atlas Lions, apelidado de seleção do Marrocos, derrotou Espanha e Portugal nas oitavas de final no Catar, tornando-se a primeira nação africana e árabe a chegar às semifinais da Copa do Mundo.

Chris Lau, da CNN, contribuiu para este relatório.