novembro 29, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

As mais belas bibliotecas portuguesas – Portugal News

Mais do que um edifício contendo livros, existem bibliotecas em Portugal que são consideradas monumentos. Em algumas bibliotecas, o conhecimento combina arquitetura de vários movimentos artísticos.
Neste artigo, vamos dar uma olhada em algumas das bibliotecas mais bonitas de Portugal.

Bibliodeca zonina

Construída no século XVIII, a biblioteca está localizada ao lado da Faculdade de Direito de Paso Das Escolas, Universidade de Coimbatore. Quanto às bibliotecas monumentais, a Biblioteca Jonina é a mais popular. Mandada construir por D. João V, a obra barroca é conhecida por utilizar ouro na sua decoração. Ele contém cerca de 70.000 livros, alguns dos quais são edições históricas. Para preservar as obras, a biblioteca tornou-se um habitat para morcegos comedores de insetos que afetam a qualidade do papel de livros com séculos de idade. No interior do edifício existem três salas ligadas por arcos. O ouro é o metal decorativo mais utilizado.

Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra

A biblioteca está localizada a 25 km do palácio, e foi construída durante o reinado de D. João V durante o período barroco. Esta biblioteca é a sala mais importante do palácio porque contém vários conteúdos científicos e intelectuais da cultura barroca. O edifício ocupa uma área de 943 metros quadrados, e a construção das prateleiras começou em 1771 e agora está organizada como foram deixadas no século XVIII.

Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa

A Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa está instalada no Palácio dos contes d’Pitos desde 1935. Tem pinturas no teto e um grande lustre de cristal. A biblioteca, que alguns dizem ser um pequeno exemplar de Salavo Nobray da Academia das Ciências de Lisboa, contém cerca de 20.000 livros.

READ  Portugal proibiu os empregadores de comunicarem com os empregados fora do horário de trabalho

Biblioteca Pública de Évora

A biblioteca foi construída em 1805 pelo Arcebispo Livre Manuel do Senaculo, que representou o Iluminismo português. É um lugar onde, acima de tudo, há embutidos de madeira, arquivos e manuscritos impressos do século XIII ao XX. No total, são mais de seis mil livros impressos.

Palácio da Biblioteca Calvius

Localizada no Combo Grande em Lisboa, a biblioteca era frequentemente visitada por José Saramago, que nomeou a maior sala da biblioteca. Foi construído em 1928 e assenta num edifício simétrico com planta em forma de U. As janelas estão equipadas com equipamentos renascentistas, permitindo a entrada de muita luz natural no edifício.

A maioria das bibliotecas aqui mencionadas são abertas ao público, dando a todos a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história de Portugal, onde o conhecimento e a sabedoria nesta matéria abundam em casa.