maio 22, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Uma mulher do Texas abandona um processo alegando que o proprietário do Dallas Cowboys, Jerry Jones, é seu pai. Ele quer um teste de DNA

DALLAS – A texana de 25 anos que processou o dono do Dallas Cowboys Jerry Jones, alegando que ele era seu pai biológico, desistiu do processo.

Alexandra Davis disse em documentos judiciais apresentados na quarta-feira que agora quer um teste genético para verificar sua alegação, informou o Dallas Morning News.

“Alexandra decidiu que queria seguir em frente com o pedigree e os testes de DNA”, disse Jay Gray, um dos advogados de Davis. “Ela quer remover qualquer suspeita de que Jerry seja seu pai.”

Os advogados de Jones solicitaram em documentos judiciais que o processo fosse arquivado, mas não abordaram o processo de paternidade. Um representante de Jones se recusou a comentar.

O processo alegou que Jones teve um caso com a mãe de Davis, Cynthia Davis, que trabalhava como agente de bilheteria da American Airlines em Little Rock, Arkansas, na época. Alexandra Davis nasceu em 1996.

Davis e sua mãe chegaram a um acordo no qual Jones a apoiará financeiramente, desde que não o identifiquem publicamente como seu pai, de acordo com documentos judiciais. Na época do acordo em 1998, Jones negou que fosse o pai.

Jones, 79 anos, e sua esposa Jane, casaram-se em 1963. Eles têm três filhos, todos desempenhando um papel de front office com cowboys. Jerry Jones é o presidente da equipe e gerente geral.

READ  Britney Greiner: Será "extremamente difícil" tirar a estrela da NBA presa da Rússia, disse um legislador