julho 6, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Um acordo esperançoso sobre um embargo de petróleo russo será alcançado dentro de dias

Um acordo esperançoso sobre um embargo de petróleo russo será alcançado dentro de dias

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, discursa durante a sessão plenária do Parlamento Europeu na sede da União Europeia em Bruxelas, em 23 de março de 2022.

John Theiss | AFP | Imagens Getty

DAVOS, Suíça – A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse à CNBC nesta terça-feira que espera que um acordo seja alcançado para punir o petróleo russo nos próximos dias.

Os 27 países da União Europeia estão paralisados ​​devido a um embargo de petróleo à Rússia há várias semanas, com países como Hungria, Eslováquia e República Tcheca bloqueando a medida. Quaisquer sanções impostas pela União Europeia devem ter a aprovação de todos os 27 estados membros para serem implementadas.

“Espero que possamos falar sobre dias. Então, o que estamos procurando é um ou dois estados membros sem litoral, para que você não possa obter petróleo por mar e precise de alternativas em oleodutos e refinarias, e aí estamos tentando encontrar soluções”, disse von der Leyen à margem do Fórum Econômico Mundial.

“Estamos trabalhando duro no embargo do petróleo”, acrescentou.

A União Europeia decidiu no mês passado proibir as importações de carvão russo, Mas impor restrições ao petróleo provou ser uma tarefa mais complexa. Os países que dependem fortemente de combustíveis fósseis russos estão preocupados com os efeitos de tais medidas em suas economias.

A Hungria, por exemplo, é Ele disse Ele solicitou apoio financeiro de 15 bilhões a 18 bilhões de euros (US$ 16 bilhões a US$ 19 bilhões) para se afastar da energia russa.

O impasse sobre o petróleo também levanta dúvidas sobre se a União Européia será capaz de encerrar as compras de gás natural russo, o principal combustível fóssil que a União Européia compra da Rússia.

READ  Quatro subvariantes de Omicron agora sendo rastreadas em todo o mundo pela OMS – prazo

O tema da segurança energética tem sido uma preocupação de muitos políticos europeus há algum tempo, mas recebeu mais atenção desde a invasão russa não provocada da Ucrânia.

Falando no palco principal do Fórum Econômico Mundial na terça-feira, von der Leyen disse que não há dúvida de que “estamos testemunhando como a Rússia está armando seus suprimentos de energia”.

O Kremlin exigiu que “países hostis”, como os países da União Europeia, pagassem o gás russo em rublos. Polônia e Bulgária – dois países da União Européia – viram o fornecimento de gás russo cortado no início deste ano depois de se recusarem a pagar pela commodity usando moeda russa.