maio 18, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Rússia invade a Ucrânia e notícias de Vladimir Putin

Rússia invade a Ucrânia e notícias de Vladimir Putin

Nos anos que antecederam o ataque da Rússia à Ucrânia, lobistas americanos arrecadaram milhões de dólares de bancos e empresas financeiras russas para promover seus interesses em Washington.

Agora, após a invasão russa e as novas sanções anunciadas pelo presidente Joe Biden, muitos desses lobistas estão correndo para cortar laços e cancelar seus contratos lucrativos.

Pelo menos seis lobistas que anteriormente representavam bancos e empresas russos ligados a um gasoduto russo, que atualmente está sob sanções, rescindiram seus contratos ou representação nesta semana, segundo dados e divulgações de lobistas federais.

Especialistas disseram que o êxodo representou a ruptura de um canal de Moscou para Key Street, que há muito tempo emprega ex-funcionários federais e membros do Congresso de ambos os partidos.

“Para quem é uma entidade russa em Washington, D.C., esta é uma subida difícil… só ficou mais íngreme”, disse Benjamin Freeman, pesquisador do Quincy Institute for Responsible Government, um think tank de política externa. Que escreveu um livro sobre influência estrangeira. Seria difícil encontrar um ouvido simpático para qualquer um desses agentes russos em Hill no momento.

Alguns dos bancos que Biden alvejou com sanções, incluindo o VTB, o segundo maior da Rússia, foram colocados sob sanções de “embargo total”, que congelaram os ativos de organizações americanas e as impediram de fazer negócios no país. Isso significa que seria ilegal para os lobistas trabalharem para eles, a menos que obtenham uma licença do Tesouro, de acordo com especialistas legais.

Eric Ferrari, um advogado especializado em sanções econômicas dos EUA, disse que desistir de contratos com bancos completamente proibidos “não é um gesto de solidariedade com a Ucrânia, é uma exigência da lei dos EUA”. Ele disse que os lobistas podem ser processados ​​por violar as leis penais.

READ  Incêndio em mina de carvão russa mata pelo menos 52 pessoas

Descrevendo as relações com a Rússia como uma “letra escarlate” na capital, Freeman disse que, mesmo para lobistas que representam empresas que não são totalmente proibidas, seria “um risco real para a reputação dessas empresas continuar representando essas entidades sancionadas”.

Leia a história completa aqui.