Junho 18, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Publicado Guia Salarial de Portugal – Portugal News

Publicado Guia Salarial de Portugal – Portugal News

Conselho Adeco Portugal divulgou o seu guia salarial para 2024, que revela quanto os trabalhadores podem ganhar em média este ano em termos brutos.

Segundo o relatório do Dinheiro Vivo, foram analisados ​​13 sectores económicos, sendo o sector financeiro o que oferece os salários mais elevados, incluindo o bancário. Por outro lado, os sectores do retalho e da construção apresentam os salários mais baixos entre os 13 sectores analisados.

O guia destaca que as empresas atravessam um período de “transformação acelerada” em resposta à “inflação elevada, à crise energética global e às políticas restritivas dos bancos centrais, factores que têm contribuído para o abrandamento do crescimento económico global”. O relatório da Adecco indica que as empresas enfrentam hoje dificuldades em atrair e reter trabalhadores.

O diretor de recrutamento da Adecco, Bernardo Samuel, foi citado num comunicado como tendo dito: “É imperativo que as empresas adotem estratégias de recrutamento inovadoras”.

O guia salarial analisou 13 setores – financeiro e bancário; Recursos Humanos; Supervisor; serviços compartilhados; vendas e Marketing; vendas no varejo; hospitalidade; saúde; energia; profissão; construção; logística; e cadeia de suprimentos.

Em média, de acordo com o Guia Salarial 2024 da Adecco, os salários mais elevados (numa base bruta e anual) são observados no setor financeiro, incluindo a banca, considerando os cargos profissionais de topo.

Nas finanças, as funções mais bem remuneradas incluem diretor financeiro, com salários entre 40 mil euros e 120 mil euros. Outra função relevante é a de controladoria, que permite atingir um salário entre os 40 mil euros e os 90 mil euros. As funções mais mal remuneradas neste setor são as de técnicos de crédito e cobrança (entre 18.200 e 32.000 euros) e de técnicos de contabilidade que ganham entre 19.600 e 40.000 euros.

Na banca, os cargos de chefia podem garantir salários entre 21 mil euros e até 90 mil euros por ano.

Para o setor dos centros de serviços partilhados, o salário mais elevado pode situar-se entre os 47 mil euros e os 154 mil euros. O salário mais baixo nesta área corresponde aos cargos de especialista em viagens e despesas, com uma faixa salarial entre 18 mil euros e 28 mil euros, e especialista em contas a pagar com remuneração entre 21 mil euros e 30 mil euros por ano.

No retalho, os cargos mais bem pagos são os de diretor de loja, cujo salário anual varia entre 25,2 mil euros e 49 mil euros, e de supervisor de loja, cujo salário anual varia entre 28,5 mil euros e 52 mil euros. Por outro lado, embora sejam funções de gestão, os gestores de loja (de 18 mil euros para 26,6 mil euros) e os subgerentes de loja (de 16,8 mil euros para 22,4 mil euros) ganham menos.

Hotelaria e Construção

Na hotelaria e restauração o salário pode chegar aos 19,6 mil euros, no caso de um gestor de restaurante pode chegar aos 126 mil euros para um diretor de hotel.

Na construção civil, segundo a Adecco, um supervisor de obra pode ganhar entre 25,2 mil euros e 49 mil euros, enquanto um diretor de construção pode ganhar entre 19,6 mil euros e 42 mil euros.

Em termos de recursos humanos, o departamento oferece salários entre 18 mil euros para um técnico remunerado e 75 mil euros para um diretor de recursos humanos.

Na área de vendas e marketing, um gestor de e-commerce pode ganhar entre 42 mil e 75 mil euros, enquanto um diretor de marketing ganha entre 28 mil euros e 80 mil euros. Uma empresa/conta pode ganhar em média 14 mil euros a 25 mil euros por ano.

No setor da saúde, o salário é de 19,6 mil euros, no caso de um representante de farmácia, de 70 mil euros, no caso de um líder de vendas.