maio 22, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Proprietário do Chelsea, Roman Abramovich, lidera negociações de paz entre Ucrânia e Rússia

O empresário bilionário russo Roman Abramovich, dono do Chelsea, clube da Premier League inglesa, concordou com um pedido ucraniano de ajuda para negociar a rescisão do contrato. guerra na ucrâniaSua porta-voz disse.

A notícia da participação de Abramovich nas negociações, após a invasão russa da Ucrânia, veio primeiro do “Jewish News”, que disse que Kiev havia procurado sua ajuda por meio de contatos judeus.

“Posso confirmar que o lado ucraniano entrou em contato com Roman Abramovich para apoiá-lo na busca de uma solução pacífica, e ele vem tentando ajudar desde então”, disse uma porta-voz de Abramovich.

“Dado o que está em jogo, pedimos uma compreensão de por que não comentamos ou compartilhamos a situação em si.”

Não houve comentários imediatos do governo ucraniano.

Abramovich, que é judeu e tem cidadania israelense, foi um dos empresários mais poderosos que fizeram fortunas após a dissolução da União Soviética em 1991. A Forbes classificou seu patrimônio líquido em US$ 13,3 bilhões.

Um comerciante de commodities que prosperou na década de 1990 sob o presidente Boris Yeltsin, Abramovich adquiriu participações na empresa petrolífera Sibneft, Rusal Aluminium, e a companhia aérea Aeroflot, posteriormente vendida.

Sob o governo do presidente russo Vladimir Putin, Abramovich serviu como governador da remota região ártica de Chukotka, no extremo leste da Rússia.

Não ficou imediatamente claro que papel Abramovich desempenharia, se houver, nas conversas entre autoridades russas e ucranianas que começaram na segunda-feira na fronteira bielorrussa.

Mais cedo, o gabinete do presidente ucraniano disse que o objetivo da Ucrânia nas negociações era um cessar-fogo imediato e a retirada das forças russas da Ucrânia. O Kremlin não declarou explicitamente qual era o objetivo das negociações.

READ  Djokovic no limbo enquanto os advogados lutam contra a proibição da Austrália; A mãe dele diz que ele é um "prisioneiro" no hotel

Abramovich, 55, disse no sábado que estava dando aos curadores do Chelsea a liderança do clube.

Nos últimos dias, dois bilionários russos, Mikhail Fridman e Oleg Deripaska, pediram o fim da guerra.

Putin usou seu discurso à nação no início da manhã de 24 de fevereiro para ordenar uma “operação militar especial” contra a Ucrânia apenas três dias depois de reconhecer duas regiões rebeldes apoiadas pela Rússia na Ucrânia.

Putin disse que ordenou a operação militar para proteger as pessoas, incluindo cidadãos russos, do “genocídio” – uma acusação que a Ucrânia e o Ocidente rejeitam como propaganda infundada.