Junho 19, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Os resultados do estudo sugerem que Sone representará 3,7% do PIB de Portugal em 2022

Os resultados do estudo sugerem que Sone representará 3,7% do PIB de Portugal em 2022

Soane, dona da cadeia de retalho alimentar Continente, poderá representar 3,7% do produto interno bruto (PIB) de Portugal em 2022, revelou um novo estudo.

Soane contribuiu com 8,9 mil milhões de euros para o PIB de Portugal no ano, enquanto a sua contribuição para o Produto Nacional Bruto foi de 17,8 mil milhões de euros. estudar Apresentado pela Nova School of Business & Economics.

Em termos de emprego, o Grupo emergiu como o maior empregador privado nacional do país, com cerca de 47.000 colaboradores. Suas operações criaram 212 mil empregos adicionais na economia.

No total, 259 mil empregos representam 4,8% do emprego privado total nacional e 4,2% do emprego em Portugal em 2022.

Ou seja, um em cada 23 empregos em Portugal esteve direta ou indiretamente ligado à Sone durante esse período, mostram os dados.

João Gunther Amaral, Diretor Geral da SONE comentou: “Estes resultados ajudam a medir o impacto das nossas atividades na vida das pessoas e demonstram que os bons resultados da SONE são positivos para o país.

“Estamos empenhados em continuar a gerir, a crescer de forma responsável, a inspirar mais e melhores empregos, a estimular a inovação na economia, a contribuir para o crescimento regional, a ser mais inclusivos e equitativos e a respeitar os limites do planeta.”

Outras invenções

O Grupo Sonne pagou mais de 1,6 mil milhões de euros em receitas fiscais num único ano, destacou também a análise da Nova SPE.

Deste total, 805 milhões de euros foram retidos pelo IRS em impostos pagos pelo grupo, contribuições para a segurança social e pelos seus colaboradores.

Segundo os investigadores, este valor supera o défice total da administração pública registado em 2022, bem como os investimentos realizados pela administração pública em serviços hospitalares de 2018 a 2021.

Pedro Brinka, professor da Nova SBE, afirmou: “O nosso estudo demonstra que a SONE é um importante motor de crescimento económico, não só devido ao seu elevado desempenho como grupo ao longo dos anos, mas acima de tudo, porque faz outras coisas. de fornecedores nacionais cresce.”