outubro 5, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Os Estados Unidos acolhem até 100.000 refugiados ucranianos

Os Estados Unidos acolhem até 100.000 refugiados ucranianos

Também leva muitos anos para que os membros da família patrocinados sejam aprovados por portadores de green card ou cidadãos dos EUA.

Mas com a Ucrânia devastada pelo bombardeio russo, é improvável que muitos dos que buscam asilo nos Estados Unidos possam voltar para casa em breve.

Alguns ucranianos podem receber liberdade condicional por motivos humanitários, como evacuados de afegãos. Mas isso não abre caminho direto para a residência legal, pois se destina à residência temporária. Para permanecer permanentemente, esses refugiados terão que solicitar asilo, o que envolve navegar em um sistema já extremamente estressante.

“Congratulamo-nos com o anúncio do governo, mas esperamos que os Estados Unidos se comprometam a aceitar os ucranianos em status legal permanente até que recuperem algum controle sobre suas vidas”, disse Melanie Nezer, vice-presidente da HIAS, outra agência de reassentamento.

“Por definição, estamos falando de muitas pessoas que têm redes familiares e apoio aqui”, disse ela.

Os Estados Unidos abrigam aproximadamente um milhão de pessoas de ascendência ucraniana, com grandes comunidades em Nova York, Pensilvânia, Califórnia e Estado de Washington. Milhares de cristãos evangélicos começaram a chegar na década de 1990, depois que o Congresso aprovou uma lei permitindo que minorias religiosas perseguidas fossem para os Estados Unidos como refugiados. As primeiras chegadas continuaram a patrocinar parentes para se juntarem a eles, e cerca de 7.000 pessoas estavam na fila antes da invasão russa.

O governo enfrentou intensa pressão para ajudar aqueles que fogem da Ucrânia, inclusive de aliados europeus que ajudam a maioria dos refugiados.

Na Europa, Polônia, Moldávia e Romênia abriram abrigos temporários para abrigar ucranianos deslocados. Idade da UE no início deste mês Diretiva de Proteção TemporáriaProteção coletiva para refugiados ucranianos que lhes permite permanecer na região por um ano, com possibilidade de prorrogação.

READ  Atualizações ao vivo: Rússia invade a Ucrânia