Junho 24, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Onde se paga a taxa turística em Portugal?

Onde se paga a taxa turística em Portugal?

Cidades como Porto, Vila Nova de Gaia, Braga, Bovoa do Versim, Coimbra, Lisboa, Sintra, Cascais, Mafra, Óbitos, Faro, Vila Real de Santo António e Santa Cruz já cobram taxa municipal de turismo. A Figueira da Foz estreia-se ainda este ano.

De acordo com um relatório ECO, no Porto, custa dois euros por pessoa e é cobrado no máximo sete noites consecutivas por pessoa. Lançada em 2018, esta taxa aplica-se a maiores de 13 anos. Só no ano passado, o Porto arrecadou 15 milhões de euros com esta medida, três vezes mais do que o que foi angariado em 2021, apurou o ECO da Câmara Municipal do Porto.

Em Vila Nova de Gaia, a taxa turística entrou em vigor no final de 2018 e é de dois euros por noite na época alta de 1 de abril a 30 de setembro e de um euro na época baixa, que corresponde ao período entre outubro. 1º e 31 de março, por no máximo sete noites seguidas. A taxa aplica-se a hóspedes com 16 anos ou mais.

Mais a norte, no município de Praga, é cobrada uma taxa turística de 1,50€ por noite de estadia, até um máximo de quatro noites e entre março e outubro. De acordo com Gaia, a taxa se aplica a pessoas com 16 anos ou mais. Na Póvoa de Varzim, custa 1,50 euros e aplica-se ao mesmo escalão etário que entrou em vigor no início deste ano.

Tarifas de Lisboa

Tal como no Porto, o máximo por pessoa em Lisboa é de dois euros por noite durante sete noites. Na capital, a taxa turística passou a ser aplicada em janeiro de 2016 aos turistas nacionais (incluindo os lisboetas) e aos estrangeiros que pernoitem em hotéis ou unidades de alojamento local. Inicialmente era um euro por noite, mas aumentou para dois euros a partir de janeiro de 2019. Câmara Municipal de Lisboa quer investir taxa de turismo em habitação.

Óbidos junta-se à lista das cidades portuguesas que cobram taxa turística. Esta taxa entrou em vigor em janeiro de 2022 e custa um euro por noite para todos os hóspedes com 13 anos ou mais.

Em Mafra, a taxa turística entrou em vigor em março deste ano e é de 2,20 euros na época alta, de 1 de maio a 31 de outubro, e de 1,10 euros na época baixa, de 1 de novembro a 30 de abril.

No concelho de Sintra, entrou em vigor em 2019 a taxa municipal turística de dormidas, que tem o custo de dois euros por hóspede, no máximo de três noites, em todos os empreendimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local.

Cascais cobra uma taxa municipal de dois euros por pessoa. Esta taxa aplica-se a um máximo de sete noites consecutivas e é cobrada aos hóspedes a partir dos 13 anos de idade no momento do check-in.

Coimbra

Em Coimbra, a taxa municipal de turismo entrou em vigor a 5 de abril e custa um euro por noite. Serão cobradas no máximo três noites consecutivas em todos os empreendimentos turísticos e estabelecimentos de alojamento local situados na área geográfica do concelho. De acordo com o município, maiores de 16 anos são cobrados e só podem ser usados ​​entre março e outubro.

A Câmara da Figueira da Foz, no distrito de Coimbra, aprovou no mês passado o projeto de regulamento da taxa de turismo. Os turistas pagam em média dois euros por noite, até ao máximo de sete noites, com descontos para pessoas com deficiência física, crianças e jovens até aos 14 anos. As taxas serão cobradas este ano.

Na Ilha das Berlengas em Beniche aplica-se também a taxa turística. No ano passado, os visitantes da Ilha das Berlengas começaram a pagar uma taxa turística de três euros por dia (dos 6 aos 18 anos, maiores de 65 anos pagam metade) a partir de abril. A taxa turística da Ilha das Berlengas gerou 83 mil euros nos primeiros nove meses. O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) esclareceu que a receita foi arrecadada entre abril e dezembro de 2022.

taxas turísticas algarvias

A taxa turística também se aplica a cidades como Algarve, Faro e Vila Real de Santo António. Em Faro, custa 1,50 euros por pessoa e pode ser utilizado no máximo sete noites de março a outubro, a partir dos 12 anos, avançou a autarquia ao ECO.

Existe uma taxa turística de um euro para Vila Real de Santo António para um máximo de sete noites. Os menores de dez anos ou menos estão isentos do pagamento desta taxa, enquanto os menores entre os 11 e os 13 anos pagam metade do valor, ou seja, apenas 0,50 cêntimos.

Na Madeira, aplica-se também uma taxa turística ao concelho de Santa Cruz. O valor da taxa é de dois euros por noite para um máximo de sete noites. Hóspedes com 13 anos de idade ou mais são segurados.

A decisão de aplicar a taxa cabe a cada município, que define o valor cobrado aos turistas que pernoitam em hotéis, alojamentos locais ou mesmo parques de campismo. No ano passado, a taxa de turismo rendeu 54 milhões para os municípios. Lisboa e Porto acumularam mais de 80% dos créditos financeiros, o que foi menos 4% do que no ano anterior à pandemia (2019), mas que triplicou o valor verificado em 2021.