setembro 29, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

O novo Genshin Impact District é uma maravilha do design de mundo aberto

Kusanali, Tighnari, Collei e outros são mostrados.

foto: huyvers

Quando Efeito JinshinA atualização anual finalmente chegou na semana passada, eu esperava pequenos ajustes na fórmula do mundo aberto. Em vez disso, Sumero parece um jogo totalmente diferente. Enquanto perambulava pelo dossel da floresta em todas as direções, comecei a esquecer a tarefa principal e a rotina diária de plantar. HoYverse elimina as frustrações de seus antigos territórios enquanto recompensa os jogadores que têm uma grande atenção aos detalhes ambientais. É isso JinshinFórmula de mundo aberto no seu melhor. Sumeru depende do elemento da vida vegetal, mas parece o mais vibrante e vibrante de todos os que descobri até agora.

Antes de me aprofundar no que faz uma boa exploração de Sumero, preciso explicar o que fez das áreas anteriores um exercício de paciência e racionalidade. Mondstadt era o distrito escolar, e os vários subdistritos pareciam muito categóricos e indescritíveis. Liyue era excelente em suas montanhas altas, mas escalar significava que você passava muito tempo observando a barra de resistência com o nariz pressionado contra uma encosta cinza feia. Inazuma nos deu sete regiões completamente distintas, mas perigo constante E a quebra-cabeças difíceis Isso tornou difícil para mim apreciá-lo plenamente. Até você desbloquear os Quick Travel Points, explorar era uma tarefa que você tinha que passar antes que a verdadeira diversão pudesse começar.

Por sua vez, Sumeru convida os jogadores para um agradável “passeio”. Os modelos de quatro folhas espalhados pelo Sumeru permitem que os jogadores aproximem instantaneamente sua posição a grandes distâncias. Isso não apenas torna a viagem incrivelmente eficiente, mas também se torna fácil apreciar a bela paisagem quando não estou tentando descobrir como superar um obstáculo físico. Sigilos também estavam presentes para quebra-cabeças e desafios. Quando precisei escalar uma montanha, fui à procura de flores que me enchessem de vigor espalhadas por alguns penhascos. Nem sempre senti a necessidade de usá-los, mas esta foi a primeira vez que uma área parecia estar tentando me guiar ao invés de ficar desempregada sobre design de mundo aberto. Na verdade, Apam Woods se tornou meu local favorito em Sumeru. Eu adorava poder andar pelo dossel da floresta em qualquer direção possível que eu escolhesse. Normalmente, caindo de uma área de arranha-céus em Jinshin Significa ter que voltar rapidamente ao topo. Aqui, encontro meu sigilo de quatro folhas e volto para minha plataforma novamente.

Quando não há um ponto de viagem rápida nas proximidades, muitas vezes tenho que tomar decisões calculadas sobre para onde ir em seguida. Essas decisões geralmente são moldadas por recursos locais na área, e eu não tinha motivos para ir a outro lugar. Há partes inteiras da área do Tutorial (Mondstadt) que não me lembro mais porque não possuem recursos exclusivos. Mas desde que o sigilo removeu muito atrito sobre viagens, eu sempre acabava em algum lugar que eu não estava planejando ir. Isso reformulou completamente a maneira como eu passei Jinshinmundo aberto. As mudanças são tão gritantes que fico ainda mais frustrado quando volto às áreas antigas.

Normalmente, eu acabo por toda a área em uma missão para terminar minha lista de tarefas. Quando terminar tudo, vou procurar áreas com certos tipos de flores e frutas, pois são essenciais para a criação de personagens futuros. Só visitarei essas áreas específicas a cada poucos dias. Assim que eu tiver um inventário grande, finalmente vou procurar baús de tesouro e quebra-cabeças para tipos especiais de moedas que posso usar para resgatar plantas de materiais e móveis. Sumero está tão empolgado em explorá-lo que me encontro em uma área completamente diferente, longe de onde estava procurando um certo tipo de cogumelo. Sumeru prova que as melhores experiências do jogador não são garantidas pela filosofia de design laissez-faire. Às vezes, um jogo só precisa de um pouco mais de desenvoltura para nos tirar da nossa zona de conforto.

Fischl aims an arrow at a rock.

Screenshot: HoYoverse / Kotaku

Sumeru also brings back element-based puzzles. By charging a green mushroom with Electro power, you can use it to bounce to even greater heights than if you simply jumped on it normally. Certain puzzles only respond to the new Dendro element. And if you want to fight certain Ruin Guards for chests, then you have to set their binding seals on fire. Genshin has always used elemental powers as the basis for many of its puzzles, but their use feels more prevalent in Sumeru. I was constantly rotating my traveling party, whose type elements are more varied than what I usually travel with (doubling up on elements confers certain combat bonuses).

The new Dendro element is also a fascinating and complex element. Previously, applying Pyro to Dendro would simply set an enemy on fire. Now, applying Hydro to Dendro causes a seed pod to spawn, which can be further triggered into a Hyperbloom (Electro) and Burgeon (Pyro) reaction for AoE damage. Applying Electro to Dendro causes the enemy to take additional damage from Electro and Dendro attacks. For years, Genshin players have complained that Electro is the weakest element. But the elemental additions have revitalized an element that most theorycrafters considered to be non-viable. Rejoice, Yae mains. Your time has come.

Before Sumeru released, I felt Genshin was undergoing a bit of an identity crisis as an open world game. Accusations of “Respiração do selvagem clonagem“Ele dominou a cobertura inicial do jogo, principalmente diluída pelo estilo visual do jogo e narrativa envolvente. Inazuma parecia uma supercompensação. A área era hostil, difícil de atravessar e cheia de quebra-cabeças desafiadores sem motivo narrativo aparente. Jinshin Diversão em primeiro lugar: ser capaz de ver grandes pontos turísticos, não importa em que direção você olhe.

READ  O CEO da Electronic Arts acredita que NFT e Play-to-Earn são parte do futuro da indústria de jogos - Bitcoin News