janeiro 31, 2023

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

O criador gay da Gucci, Alessandro Michele, não está mais na casa de moda

O estilista italiano Alessandro Michele não trabalha mais como diretor criativo da famosa casa de moda Gucci, WWD relatórios.

Michelle delineou a visão da Gucci por oito anos, mas trabalhou lá por quase 20 anos no total, em um ponto sob o comando de Tom Ford. Embora a saída de Michelle não parecesse muito séria, ele admitiu ter tido um choque de visões antes de sua partida.

“Há momentos em que os caminhos divergem devido aos diferentes pontos de vista que cada um de nós pode ter”, disse Michelle em um comunicado na quarta-feira. Descrevendo a Gucci como sua “casa”, o designer disse: “Uma jornada extraordinária, com duração de mais de 20 anos, dentro de uma empresa à qual dediquei incansavelmente todo o meu amor e paixão criativa, termina hoje”.

Desde que assumiu a Gucci em 2015, Michele ganhou respeito por seus designs cuidadosos e desrespeito regular às convenções de gênero. Era a linha masculina outono/inverno inicial de Michelle notado por adroginia. As vendas continuaram fortes sob sua liderança, mas os executivos da controladora Gucci buscavam uma mudança de direção no estilo da marca, para mim cortar.

Talvez o próprio Michel esteja insatisfeito com sua posição – o visionário disse recentemente a repórteres que se sente um “escravo das coisas”.

READ  Travis Parker fala após ser internado no hospital