fevereiro 9, 2023

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Ministro das Infraestruturas de Portugal demite-se devido à controvérsia da TAP

LISBOA (Reuters) – O ministro da Infraestrutura de Portugal, Pedro Nuno Santos, renunciou, informou seu gabinete nesta quinta-feira, após uma reação pública sobre a enorme indenização que um secretário de Estado recebeu da companhia aérea estatal DAP.

O caso da secretária do Tesouro, Alexandra Reyes, que renunciou na quarta-feira em meio a uma crise de custo de vida, embaraçou o governo socialista do primeiro-ministro Antonio Costa desde que recebeu uma indenização de 500.000 euros (US$ 531.450).

A oposição tem criticado as práticas negligentes de contratação do governo e exigiu o reembolso do dinheiro pago pela TAP pelo término do mandato de Reese como membro do conselho de administração por mútuo acordo em fevereiro passado.

dezembro Reyes, que levou apenas o Departamento do Tesouro em 2, argumentou que estava exigindo o que tinha direito legal, como o governo e a companhia aérea confirmaram posteriormente.

“Todo o processo foi acompanhado pelos serviços jurídicos da TAP e por uma sociedade de advogados externa…

O jornal português Jornal de Negócios disse que o ministério da infraestrutura sabia que Reyes estava deixando a TAP e o valor que receberia.

A TAP, na qual o governo português detém o controle de 72,5%, foi salva por um plano de resgate de 3,2 bilhões de euros aprovado por Bruxelas. Ela reduziu sua frota, cortou milhares de empregos e cortou salários em um esforço para retornar à lucratividade nos próximos anos.

Sua tripulação de cabine fez uma greve de dois dias no início deste mês exigindo salários mais altos e melhores condições de trabalho.

Por a DAP ter ficado sob o controlo de Nuno Santos e pela “percepção pública” do caso, este “aceitou a responsabilidade política e apresentou a demissão ao primeiro-ministro”, refere o seu ministério em comunicado.

READ  Um polícia de Diu com nacionalidade portuguesa foi despedido

O secretário de Infraestrutura do Estado, Hugo Mendez, também renunciou, disse o comunicado.

O gabinete de Costa disse que a demissão foi aceite, e o primeiro-ministro agradeceu a Nuno Santos por estar no governo desde que os socialistas chegaram ao poder em 2015.

(Reportagem de Katerina Demoni; Edição de Leslie Adler)