Junho 14, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

MC de Portugal reforça posição de mercado no setor alimentar

MC de Portugal reforça posição de mercado no setor alimentar

A cadeia retalhista portuguesa MC registou um aumento de receitas homólogo de 9,4%, para 1,6 mil milhões de euros no primeiro trimestre de 2024, impulsionado pelo forte desempenho nos seus segmentos de mercearia e saúde e beleza.

Embora os aumentos dos preços dos produtos alimentares tenham sido significativamente inferiores no trimestre (1,2%) face ao ano anterior (20,5%), a concorrência no mercado em Portugal manteve-se intensa.

Apesar disso, Um varejista de propriedade da Sony Conseguiu consolidar a sua quota de mercado.

Plano de abertura de loja

Durante este período, a MC estava no bom caminho com os seus planos de abrir novas lojas e renovar as existentes.

Abriu 28 lojas durante o trimestre, incluindo seis novas lojas de conveniência Continental Pom Dia. Estes investimentos, juntamente com melhorias na sua infraestrutura de TI e logística, levaram a um investimento de 57 milhões de euros (+15%) durante o período.

O fluxo de caixa livre (FCF) da MC foi negativo em 20 milhões de euros, uma melhoria em relação a um FCF negativo de 86 milhões de euros no primeiro trimestre de 2023 devido ao melhor desempenho operacional e efeitos de calendário positivos, acrescentou.

A MC mantém um balanço forte com uma dívida líquida de 507 milhões de euros e um rácio dívida líquida/EBITDA de 2,7x no final de março (abaixo dos 2,8x no final do primeiro trimestre de 2023).

A MC também disse que espera receber as aprovações necessárias para a aquisição da varejista de produtos para animais de estimação Truni no segundo trimestre de 2024. Soane comprou 81% do capital da Musti em Novembro passado por cerca de 700 milhões de euros.

Experimente reciclar

Durante o trimestre, a MC lançou um programa piloto de reciclagem denominado Ecospot em 11 lojas Continental da região do Grande Porto. O projeto visa incentivar a reciclagem de embalagens plásticas de iogurtes e doces de leite e vai até 31 de julho.

No âmbito da iniciativa, o MC estabeleceu parcerias com 12 agrupamentos escolares que representam mais de 50 escolas. Estas escolas receberão donativos com base na quantidade de embalagens recolhidas, até ao máximo de 1.500€ por grupo.

Cada quilograma de embalagem recolhido traduz-se num donativo de 3€ às escolas parceiras.

Depois de recolhidas, as embalagens são enviadas para a Lipor para processamento e depois para a Intraplás, empresa que avalia o processo de reciclagem. Esta avaliação avaliará a qualidade e a quantidade de material reciclado e o seu potencial para utilização em novas embalagens e produtos.