Março 4, 2024

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Iniciativa Belt and Road para impulsionar a cooperação Portugal-China, afirma especialista português – Xinhua

Iniciativa Belt and Road para impulsionar a cooperação Portugal-China, afirma especialista português – Xinhua

Esta foto tirada em 17 de outubro de 2023 mostra um arranjo de flores para o terceiro Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional (BRF) próximo ao Centro Nacional de Convenções da China, em Pequim, capital da China. (Xinhua/Chen Bin)

A BRI é um esforço estável e sustentável para promover a cooperação económica entre Portugal, a China e os países de língua portuguesa, sublinhou Ilheu.

Lisboa, Dez. Beijing, 30 out (Xinhua) — A Iniciativa do Cinturão e Rota (BRI) proposta pela China melhorará as relações entre a China e Portugal, disse Fernanda Ilhu, presidente da Associação dos Amigos da Nova Rota da Seda (ANRS), em uma entrevista recente. Com a Xinhua.

Ilheu, que também é professor da Universidade de Lisboa (ULisboa), disse que a iniciativa deverá chegar a Portugal através de projetos de cooperação científica e de empreendimentos empresariais através de rotas terrestres e marítimas.

Como resultado, os investimentos chineses em Portugal irão consolidar-se, disse ele. “Há muitas oportunidades para a China continuar a investir. A cooperação…seria fantástica para compreender a China e a tecnologia chinesa”, disse Ilheu.

O presidente da ANRS disse que os portugueses já conhecem a gestão eficiente das empresas chinesas em Portugal, e reconhecem a cooperação da gestão chinesa e portuguesa.

Portugal acolhe com agrado o investimento estrangeiro, disse, sobretudo “quando renova a nossa tecnologia, moderniza os nossos mercados e empresas que permitem um crescimento económico sustentável”.

“Portanto, sempre consideramos o investimento estrangeiro como uma questão positiva. E… também consideramos o investimento chinês como uma questão muito positiva”, disse ele.

Setembro. Foto de 7 de outubro de 2023 mostra uma vista do Porto Internacional de Xi'an em Xi'an, província de Shaanxi, noroeste da China. (Xinhua/Shao Rui)

Apesar da actual instabilidade global, isto não afectará as relações da China com Portugal, disse o especialista. “A maioria das pessoas admira a China e quer cooperar”, disse Ilheu.

READ  vinho da paixão; Cultivada em solo vulcânico no meio do Atlântico!

Recordando os 18 anos que viveu em Macau, comparou a “cultura tranquila” de Portugal à cultura chinesa. “Sempre entendi que o povo chinês quer equilíbrio e harmonia, não conflito”, disse ele.

“No domínio do ensino da língua portuguesa, existem cerca de 60 universidades na China com cursos de português, e há também muitas escolas que ensinam chinês em Portugal. Há uma boa cooperação em termos de intercâmbio cultural”, disse Ilheu.

“Ao nível do turismo, começamos agora a ver o turismo chinês a regressar a Portugal”, acrescentou.

Ilheu também elogiou o Terceiro Fórum do Cinturão e Rota para Cooperação Internacional, realizado em Pequim em outubro.

A BRI é um esforço estável e sustentável para promover a cooperação económica entre Portugal, a China e os países de língua portuguesa, sublinhou Ilheu.

“Todos precisamos trabalhar juntos para o crescimento e a estabilidade dos países”, disse ele.