fevereiro 6, 2023

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Homem vive 24 dias no mar e come ketchup, alho em pó e cubos de especiarias

A Marinha da Colômbia resgatou um homem da Dominica que diz ter sobrevivido no mar por 24 dias em um dhow comendo ketchup, alho em pó e cubos de especiarias.

Elvis François, 47, escreveu “ajuda” em inglês no casco do barco, o que as autoridades disseram ser a chave para seu resgate.

A Marinha colombiana disse em um comunicado na quarta-feira que o veleiro foi visto do ar 120 milhas náuticas a noroeste da península de La Guajira, e François foi transportado para a cidade portuária de Cartagena em um navio porta-contêineres que passava.

François disse às autoridades colombianas que sua provação começou em dezembro, quando as correntes levaram os veleiros para o mar enquanto ele fazia reparos na ilha de Saint Martin, nas Antilhas Holandesas, onde mora.

“Liguei para meus amigos e eles tentaram me ligar, mas perdi o sinal. Não havia mais nada a fazer a não ser sentar e esperar”, lembra François em um vídeo divulgado pela Marinha.

Ele disse que vivia com uma garrafa de ketchup, alho em pó e cubos de Maggi.

Gerente. Carlos Urbano Montes disse à Associated Press na quinta-feira que François disse que coletava água da chuva com um pedaço de pano. Ele disse que François estava bem de saúde, mas relatou ao oficial que havia perdido peso.

No vídeo, François conta que teve que tirar água constantemente do barco para evitar que ele afundasse. Ele também tentou iniciar um incêndio para enviar um sinal de socorro, mas sem sucesso.

Finalmente, um avião passou e ele apontou para ele com um espelho. Ele disse que a Marinha disse que ele foi visto quando o avião passou novamente.

READ  Primeiro-ministro da Moldávia diz que Rússia está 'extremamente preocupada' com possível invasão russa da Ucrânia

“Em algum momento perdi as esperanças e pensei na minha família, mas agradeço à guarda costeira. Sem eles, eu não teria contado a história”, disse François.

Urbano Montes disse que o veleiro foi abandonado no mar quando foi capturado pelo navio mercante François.

A Marinha disse que François recebeu um exame médico em terra e foi entregue às autoridades de imigração para seu retorno à Dominica.

– A Associated Press