outubro 5, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Coimbatore pede ‘diesel público’ com subsídio do governo português

Coimbatore pede ‘diesel público’ com subsídio do governo português

O aumento dos preços dos combustíveis já está colocando algumas autoridades locais no limite

A atual guerra na Ucrânia começou a causar uma crise energética devido ao aumento dos preços dos combustíveis. A mudança para o movimento sustentável é um processo ainda mais emergente, e os combustíveis fósseis continuam a desempenhar um papel importante na prestação de serviços de transporte.

Cabe a autoridades locais, como a cidade portuguesa de Coyambra, interpor recursos de “gasóleo público” a preços bonificados para que os serviços de transporte público municipal continuem a ser prestados sem choques e interrupções.

O governo (nacional) deve ir mais longe. Por esta razão, face ao enorme aumento do custo do combustível para os transportes públicos, propomos desenvolver brevemente o chamado ‘diesel público’ e o ‘diesel social’, IPSS. [private social solidarity institutions] E bombeiros,O prefeito de Coimbra, José Manuel Silva, fez o anúncio antes de uma reunião do comitê executivo local na segunda-feira.

Transporte público deve ser atrativo para os moradores

Segundo o autarca, o aumento dos custos da energia, desde a “primeira análise”, foi de seis milhões de euros para a Câmara Municipal de Coimbatore e o SMTUC (Operador Municipal de Transportes Públicos). O autarca sublinhou que “reduzir os preços dos combustíveis é absolutamente essencial” para modernizar e expandir o SMTUC.

Segundo José Manuel Silva, “é o momento” de sublinhar que “as pessoas devem viajar mais em transportes públicos de dupla finalidade” devido ao aumento dos custos dos combustíveis e à crise climática.

A vereadora de Coimbatore Ana Pastos, responsável pelos transportes, apontou os “graves problemas orçamentais” da SMTUC e considerou que o aumento dos custos dos transportes urbanos já ultrapassaria os dois milhões de euros, considerando que dependem dos combustíveis fósseis, mas que facilmente ser “seis milhões se esse aumento de preços continuar”.

READ  467 pessoas totalmente vacinadas morrem de Govit-19 desde o início do processo de vacinação em Portugal

O vereador, que preside o conselho de administração da SMTUC, sublinhou que o problema foi agravado quando a procura de transportes públicos foi “metade do que se registou em 2019”.