dezembro 5, 2021

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Brett Favre vai pagar $ 600.000 em caso de fraude previdenciária

O quarterback do Hall of Fame, Brett Favre, pagou os US $ 600.000 que devia ao estado do Mississippi após receber fundos sociais indevidamente como parte de um esquema de fraude generalizado, O New York Times noticiou.

Favre estava entre os 10 indivíduos que receberam cartas do escritório do auditor estadual Chad White neste mês exigindo o pagamento de dezenas de milhões de dólares relacionados à fraude.

“Esta semana, Brett Favre pagou US $ 600.000”, disse White em um comunicado ao The Times na quarta-feira, mas acrescentou que a antiga estrela do Green Bay Packers ainda devia US $ 228.000.

White teria dito: “Se o Sr. Favre não pagar o valor total dentro de 30 dias de nossa solicitação, o procurador-geral será responsável por fazer cumprir o pagamento de juros e tem a opção de entrar com um processo”.

Favre, 52, era mal pago O jornal informou que $ 1,1 milhão veio de fundos de bem-estar entre dezembro de 2017 e junho de 2018.

De acordo com uma auditoria de maio de 2020, o estado do Mississippi permitiu que milhões de dólares em fundos anti-pobreza fossem usados ​​para ingressos de futebol, shows, lobby e programas de preparação física para legisladores estaduais. Favre foi pago pelo Centro de Educação Comunitária sem fins lucrativos do estado por sua apresentação sem precedentes como palestrante.

O jornal noticiou que White ordenou que os ex-lutadores profissionais Ted DiBiase Sr. e Brett DiBiase pagassem um total de $ 4,6 milhões que receberam por meio de um esquema de fraude da previdência.

Favre, que jogou por 20 temporadas na NFL, disse que não recebeu dinheiro por nenhum compromisso que não cumpriu, de acordo com o The Times.

“Eu certamente não faria nada para tirar das crianças que lutei para ajudar!” Favre disse em um comunicado. “Eu amo o Mississippi e nunca faria nada intencionalmente para mantê-lo longe daqueles que mais precisam.”