julho 3, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Biden sedia Cúpula das Américas: atualizações ao vivo

Biden sedia Cúpula das Américas: atualizações ao vivo

atribuído a ele…Luis Antonio Rojas para o The New York Times

LOS ANGELES – No período que antecedeu a Cúpula das Américas, o governo Biden se esforçou para evitar constranger o condado por líderes importantes – apenas para encontrar suas propostas rejeitadas.

Autoridades dos EUA passaram semanas negociando com o governo mexicano, tentando encontrar uma maneira de atrair o presidente Andrés Manuel López Obrador para um encontro em Los Angeles. A vice-presidente Kamala Harris ligou para o líder hondurenho para convencê-la a comparecer. Assessores seniores foram enviados para tentar impressionar os líderes de El Salvador e Guatemala.

Nada funciona. Os chefes de Estado dos quatro se recusaram a participar da reunião, em um duro golpe para Biden, que buscava mostrar unidade e propósito comum em todo o Hemisfério Ocidental.

O presidente salvadorenho, Neb Bukele, nem mesmo ligou para o secretário de Estado Anthony J. Blinken, de acordo com quatro pessoas familiarizadas com a divulgação e não foi autorizado a falar publicamente.

As ausências lançam dúvidas sobre a importância da cúpula, que deveria mostrar cooperação entre vizinhos, mas em vez disso semeou brechas em uma região cada vez mais pronta para desafiar a liderança americana.

“Isso mostra as profundas divisões no continente”, disse Martha Barcena, ex-embaixadora do México nos Estados Unidos. Barsina disse que os líderes que decidiram não comparecer estavam “desafiando a influência dos Estados Unidos, porque a influência dos Estados Unidos está diminuindo no continente”.

O governo Biden disse que muito pode ser feito sem presidentes à mesa, já que os secretários de Estado enviados em seu lugar podem assinar acordos.

READ  Guerra russo-ucraniana: civis evacuam a fábrica de Mariupol Azovstal | notícias da guerra entre a rússia e a ucrânia

“Os Estados Unidos continuam sendo a força mais poderosa que impulsiona a ação no Hemisfério Ocidental para enfrentar os desafios fundamentais enfrentados pelos povos das Américas”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karen Jean-Pierre, na segunda-feira.

No entanto, ao mesmo tempo que interrompem o não comparecimento do distrito por diversos motivos, todos parecem expressar insatisfação com a forma como a administração exerce o poder.

O Sr. López Obrador telegrafou durante semanas que não compareceria a menos que o governo convidasse Cuba, Venezuela e Nicarágua. Xiomara Castro, a presidente esquerdista de Honduras, juntou-se à sua onda e disse que ela também se curvaria a menos que a reunião incluísse esses países.

Deixá-los fora do topo, disse López Obrador, “significa continuar com políticas antigas, intrusivas e desrespeitosas para as nações e seus povos”.

Os líderes da Guatemala e El Salvador pareciam mais preocupados com seu relacionamento com os Estados Unidos do que com a lista de convidados.

Ao assumir o cargo, o governo Biden lançou um ataque à corrupção nos dois países, impondo sanções a altos funcionários e Ligar Esforços percebidos Para enfraquecer as instituições democráticas pelos governos centro-americanos.

O presidente da Guatemala, Alejandro Giamatti, disse que não compareceria à cúpula um dia depois Sr. Blinken disse A escolha do procurador-geral por seu governo foi implicada em “grande corrupção”.

“Enviei uma mensagem de que não irei”, disse Giamatti, acrescentando: “Enquanto eu for presidente, este país será respeitado e sua soberania será respeitada”.

Bukele não tornou público seu raciocínio, mas pessoas familiarizadas com o pensamento do presidente salvadorenho dizem que ele não via sentido em apertar as mãos e tirar fotos quando o diálogo entre os dois países estava basicamente quebrado.

READ  Crise da fronteira entre Bielorrússia e Polônia: famílias enfrentam noites difíceis sem abrigo