agosto 16, 2022

O Ribatejo | jornal regional online

Informações sobre Portugal. Selecione os assuntos que deseja saber mais sobre a Folha d Ouro Verde

Alterações às Regras em Vistos Gold e Investimento Imobiliário em Portugal

O programa da dos Vistos Gold voltou a aceitar candidaturas após uma pausa de cinco meses. Este é um dos programas de eleição para quem quer investir em Portugal e ganhar cidadania europeia.

A pandemia só veio provar que a “força e resiliência” do mercado imobiliário é completamente diferente do que aquela vivida durante a crise de 2008.

Tanto os consultores como os investidores têm a mesma opinião, 2022 é o ano certo para investir em imobiliário em Portugal. O ano é visto com otimismo pelos profissionais do setor como um período de “retoma total” do setor.

Prevê-se um défice de imóveis, impulsionado por uma vontade crescente de comprar casas que se vai refletir no número de vendas e nos preços das casas, pois a procura estará bem acima da oferta. Os investidores têm de procurar alternativas viáveis para os seus objetivos e os resultados começam a aparecer.

Existe uma procura crescente por projetos “build-to-rent” que não existiam antes da pandemia, e tudo indica que há uma troca de interesse em arrendamentos de curta duração por uma procura crescente de arrendamentos no mercado tradicional.

Acompanhando esta tendência, surge também o aumento de projetos “build-to-sale” que são vistos como uma “grande oportunidade” para resolver as necessidades de habitação da classe média.

Portugal: o local ideal para o investir em imobiliário

Em 2012, com o objetivo de atrair investimento estrangeiro, o Governo Português criou o programa Vistos Gold para acelerar a retoma do mercado imobiliário e simultaneamente injetar capital na economia Portuguesa.

Desde daí o país tornou-se um dos locais mais desejados para investidores estrangeiro: várias oportunidades de investimento, custo de vida baixo, bom tempo o ano todo e acesso a um visto português e, após seis anos, nacionalidade Portuguesa e consequentemente cidadania europeia.

READ  O Grande Sonho de Portugal / IJF.org

Alterações nos Vistos Gold

Após ter dado provas acerca do sucesso do programa durante os primeiros anos, foram levantadas algumas preocupações acerca das regras que vigoravam e foram exigidas algumas alterações ao regulamento do programa.

Com o decorrer do tempo, a oposição do Governo sempre levantou questões acerca da litoralização do programa e da forma como incentivava ao investimento em grandes cidades, reforçando ainda mais as desigualdades com o interior.

A pressão foi tal que chegou-se a discutir o fim do programa dos Vistos Gold na Assembleia da República, cenário que foi prontamente rejeitado mas que levou a que ocorressem novas alterações ao programa.

As alterações levaram a que existisse uma pausa na emissão de vistos durante 5 meses, deixando centenas de pedidos em espera – para frustração dos candidatos. Estas alterações têm como objetivo levar o investimento estrangeiro para zonas menos densas (nomeadamente o interior do País).

Novas regras dos Vistos Gold

A partir de janeiro de 2022 foram aprovadas as novas regras para a atribuição de Vistos Gold. Estas englobam pequenas alterações, desde a localização do investimento assim como o valor mínimo de investimento.

Existem oito possibilidades que se enquadram nos critérios para obtenção do Visto Gold Português:

  1. Adquirir bens imóveis – os imóveis têm de se localizar em áreas consideradas de menor densidade populacional, ou localizadas nas chamadas Regiões Autónomas (Açores e da Madeira);
  2. Adquirir bens imóveis antigos, em áreas de reabilitação urbana;
  3. Transferir capitais no montante igual ou superior a 1,5 milhões de euros;
  4. Criar, pelo menos, 10 postos de trabalho;
  5. Investir em investigação científica;
  6. Investir em produção artística, preservação ou conservação do patrimônio cultural;
  7. Investir em fundos de investimento;
  8. Investir numa sociedade comercial com sede em território nacional e criar, pelo menos, 5 postos de trabalho.
READ  Scott McGill conquistou a vitória na Volta a Portugal com uma vitória na segunda etapa

O valor do investimento varia entre o tipo de condição que procura cumprir, começando em valores desde 280 mil euros e chegando a valores como 1,5 milhões de euros.

Conclusão

Apesar das alterações aos regulamentos dos Vistos Gold, Portugal continua a ser um dos principais destinos para os investidores que procuram este tipo de programa. Para além da qualidade e custo de vida, a atratividade do programa continua a fazer com que haja uma procura crescente por este tipo de investimento. Depois das dificuldades geradas pela pandemia, investir em imobiliário em Portugal continua a ser uma boa jogada para quem procurar entrar na Europa.