Cartaxo – Câmara assinala com pesar a morte de Phil Mendrix

em Cultura

O presidente da Câmara Municipal, Pedro Magalhães Ribeiro, assinala com sentido pesar o falecimento do músico e guitarrista Filipe Mendes – reconhecido entre profissionais e admiradores pelo nome que adotou, Phil Mendrix. Figura incontornável da história do rock em Portugal, o guitarrista integrou a banda Os Charruas.

Phil Mendrix trouxe, por diversas vezes, o seu virtuosismo ao Centro Cultural do Cartaxo, assim como, a outros espaços do concelho, sendo presença assídua na Gala Pop Rock organizada anualmente por António José Portela e na orquestra juvenil da Sociedade Cultural e Recreativa de Vale da Pinta.

Phil Mendrix, para além do seu talento e do seu trabalho persistente em defesa da música, é alguém a quem o concelho do Cartaxo muito deve, pelo modo sempre disponível como apoiou pessoas e instituições em nome de causas humanitárias e solidárias.

Neste momento especialmente difícil, o Presidente da Câmara Municipal, endereça os mais sentidos pêsames à família e amigos.

O corpo estará em câmara ardente a partir das 15h00 de hoje, dia 14 de agosto, na Capela de Santa Maria nos Jerónimos, em Lisboa. O funeral realiza-se no dia 15, com a missa de corpo presente a ter lugar às 14h00 e a saída para o Cemitério dos Prazeres às 15h00.

 

Filipe Mendes

Filipe Mendes nasceu em Lisboa a 10 de novembro de 1947. Em 1965 formou os Chinchilas, integrando poucos anos mais tarde a banda psicadélica Fluido. O guitarrista integrou diversas bandas, como os Psico, Heavy Band, Roxigénio, ou Transatlântico. A partir dos nos 90 integrou os Ena Pá 2000 e Irmãos Catita e criou a Phil Mendrix Band. Tendo vivido, ao longo das décadas, em Moçambique, Paris, Londres e Brasil, Phil Mendrix participou, em 1971, na primeira edição do Festival Vilar de Mouros.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

0 0.00
Ir para Topo