Roteiro do fim de semana em Santarém

em Cultura

quinta-feira:

Esta quinta-feira, dia 12 de julho, das 22h00 às 23h00, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto, há In.Downtown, no Centro Histórico de Santarém: Célia Barroca – IndiFado Tour, na Praça Velha, Concerto “As Mulheres na Obra do Zeca”,  pela AJA – Associação José Afonso. no Largo Padre Chiquito, Amigos das Tradições, na Loja das Tradições, na Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário), Artes “Atelier Árvore da vida”, em São Nicolau, “Dá-me música” – Música e Humor, pelos MusicosKamones e Paulo Patrício, no

Posto de Turismo, Malabares de fogo, pelos Human’Arte, nas Ruas do Centro Histórico e Fados, no TasCá.

  

 

sexta-feira:

Esta sexta-feira, dia 13 de julho, às 10h30, há Hora do Conto nas Férias de Verão, na Sala de Leitura Bernardo Santareno.

A Hora do Conto é um programa de promoção da leitura da Sala de Leitura Bernardo Santareno dirigido a crianças da faixa etária do 1º ciclo e pré-escolar.

Ouvir histórias estimula a atenção, a memória, cultiva a sensibilidade, ajuda por vezes a resolver conflitos emocionais e, tão importante, estimula o imaginário da criança e é neste sentido que a Sala de Leitura, promove mais uma vez nas férias de verão este projeto.

(Contactos) Telef.: 243 304 649 | E-mail: Florbela.afoito@cm-santarem.pt ou slbernardosantareno@cm-santarem.pt

 

De 13 a 15 de julho, há Torneio 3X3, no Parque de Jogos de Alcanede, organizado pela Associação Recreativa e Cultural de Alcanede, com prémios para os três primeiros lugares, melhor defesa, melhor marcador, fairplay e taça da pinga.

(Inscrições) 60 bolas (Contactos) 917 251 302 (Mike) | 913 827 384 (Flávia)

 Às 21h30, há Noites de Verão na Sociedade Recreativa Operária, com Projeção de imagens de “outros tempos” e momento de Humor com Carlos Oliveira, numa parceria com o “Eu Gosto de Santarém”

 

 

Às 22h00, tem lugar o espetáculo “Viagem pela Música Latina”, pelos La Fontinha, na Ribeira de Santarém, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

La Fontinha, grupo torrejano que interpreta temas de inspiração tradicional ibérica e portuguesa. A banda é constituída por Céu Rodrigues (vocalista), David Gonzaga, João Carlos Lopes, João Pedro Vitorino (Pierre), Mário Rosa e Xavier Pereira.

  

 

sábado:

 

 

Este sábado, dia 14 de julho, às 10h30, há In.Tradição – INATEL, com o Rancho Folclórico da Casa do Povo da Glória do Ribatejo pelas ruas do Centro Histórico, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

 

Às 10h30, há Arte para Bebés, na Livraria Aqui Há Gato.

Porque é desde pequenino que o artista se revela, vamos descobrir cores, tintas, sentimentos, sorrisos, olhares… onde a criatividade, a alegria e a cumplicidade com os materiais e as texturas caminham de mãos dadas!

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 7 meses até 3 anos inclusive (Preço) 7€ (Marcação prévia)

 

Às 11h00, há Yoga para todos (aula aberta), pela AMA/Federação Portuguesa de Yoga, no Jardim Portas do Sol, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

As Aulas abertas de Yoga, asseguradas pela AMA – Associação Movimento Aberto, vão decorrer todos os sábados de manhã, das 11h00 às 12h00, no Jardim das Portas do Sol, prevendo-se uma participação de cerca de 1000 participantes de todas as idades, respirando a paz e o silêncio da manhã, no reencontro de cada um consigo próprio, espraiando a vista pela lezíria além Tejo.

 

Às 11h00, há Animação Desportiva Pais e Filhos, no Jardim Portas do Sol, promovida pela DECATHLON, integrada no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

 

Às 11h30, há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto…

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80! (Entrada livre)

 

Às 12h00, há Oficinas de Arte – Peixe Colorido, na Livraria Aqui Há Gato, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

Com este calor apetece-nos visitar as praias e se estiveres atento vês que é a casa de muitos animais. Uns nadam muito depressa, outros mais devagar, mas de uma coisa tens a certeza, molhados sempre estarão!

No dia 14 de julho, o animal marinho escolhido é o Peixe Colorido. Não há como enganar… Peixe colorido e alegre! Vive certamente num mar próximo de ti. Temos a certeza que vai fazer do quarto um lugar mais marítimo!!!

Vem fazer as nossas oficinas de sábado e divertir-te com arte!

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos inclusive (Preço) 7€

 

Às 19h00 é inaugurada a Exposição “Tejo…Vida e Agonia de um rio”, no Jardim Portas do Sol, integrada no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

 

 

O Jardim Portas do Sol serve de cenário à exposição fotográfica de rua “Tejo…Vida e Agonia de um rio”, curadoria de Paulo Semblante Mendes, de 14 de julho a 14 de setembro.

São 28 fotografias distribuídas por 4 painéis/módulos temáticos: Memórias (José Gaspar), Paisagem (António Ribeiro), Avifauna (José Freitas) e Poluição (Arlindo C. Marques).

A exposição é constituída por um conjunto de fotografias, que retrata e representam a visão dos autores sobre o rio Tejo, bem como, através da imagem as suas preocupações e, ao mesmo tempo, consciencializam para conservação do rio e do seu ecossistema como património a preservar.

 

 

Às 22h00 há Rock da Velha In.Str, pela Música Velha – Pernes – Cruz de Ferro, Low Torque, no Auditório do Jardim Portas do Sol, integrado no projeto Verão In. Santarém…é um espanto.

 

 

 

domingo:

 

 

Este domingo, dia 15 de julho, tem lugar o 1º Torneio de Chinquilho, no Parque de Jogos de Alcanede, organizado pela Associação Recreativa e Cultural de Alcanede organiza o primeiro torneio de chinquilho, com a entrega de uma taça para o vencedor.

(Contactos) 917 251 302 (Mike) | 913 827 384 (Flávia)

 

 

Em permanência:

 

 

Até dia 23 de setembro, visite a Exposição Expo Coletiva In.Artes”, integrada no projeto Verão In.Santarém…é um espanto, no Palácio Landal. A exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 15h00 às 18h30.

Esta Exposição coletiva reúne trabalhos de todos os artistas que integraram o In.Artes, nas galerias, composta por pinturas, desenhos e esculturas.

 

Até dia 28 de setembro, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’”, com destaque trimestral para uma obra da autoria de Bartolomeu Cid: “Mayo”, Serigrafia a cores s/ papel, datada de 1978, na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire. A Exposição pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Esta Mostra reúne parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo – Torre das Cabaças, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

É um dos elementos arquitetónicos mais conhecido e emblemático de Santarém, tendo sido, em tempos, a Torre do Relógio do Senado da Câmara.

A Torre das Cabaças, ou Cabaceiro, como o vulgo a denomina, é na realidade uma Torre Relógio, de que se conhece a introdução em Portugal desde os primórdios do século XV. A designação popular fixou-se nos finais do século XVIII, derivada das sete ou oito cabaças de barro colocadas na estrutura de ferro que suporta o enorme sino de bronze datado do 1604. A Torre Relógio de Santarém, construída em meados do século XV, ergueu-se sobre uma estrutura pré-existente: uma torre do recinto muralhado da Vila medieval ligada à Porta de Alpram ou Alporão.

A sua forma prismática, de um paralelepípedo, com uma base de 9,76 por 7,20 m e altura de 26 m (31,40 m com a estrutura de suporte do sino) foi crescendo por sucessivos acrescentos ao longo do tempo, sempre através do mesmo processo construtivo, de aparelho de alvenaria de pedra calcária irregular e revestida a argamassa de cal e areia.

O seu volume áspero e monolítico eleva-se praticamente isento de fenestração até próximo do cimo. Aí, apresenta oito grandes ventanas, duas em cada face, com as vergas em semi-arco, deixando antever uma pequena parte da calote esférica que cobre o seu último piso, suportando, por sua vez, a estrutura de ferro forjado, de forma trapezoidal, que sustenta o enorme sino de bronze e oito peças cerâmicas em forma de cabaças, cuja função é provocar a ressonância do som do sino ao bater as horas.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h10 às 12h15 e das 14h00 às 17h15.

O Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que lhe permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitos desconhecem.

A Alcáçova de Santarém, atualmente ocupada pelo Jardim Portas do Sol, ostenta os mais antigos e mais importantes vestígios da ocupação humana de Santarém, constituindo, por essa razão, o local privilegiado para a instalação de um núcleo museológico que materialize a génese e evolução histórico-urbanística da cidade.

O Núcleo da Alcáçova integra em primeiro lugar, um “Centro Interpretativo”. A sala de exposições foi alvo de um projeto de design global, resultado de uma combinação das tradicionais vitrinas com uma componente multimédia, mediante as quais os visitantes recebem explicações prévias sobre o conhecimento existente de cada um dos períodos cronológicos abordados. Os nossos visitantes podem assim iniciar a sua “viagem” pela cidade, explorando os equipamentos existentes no Centro de Interpretação, seguindo depois caminho para as Ruínas Romanas – onde podem encontrar uma montra interativa com algumas explicações. Para mais informações, contate: 243 357 288.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

0 0.00
Ir para Topo