Roteiro para o fim de semana em Santarém

em Cultura

sexta-feira:

 Esta sexta-feira, dia 9 de fevereiro, às 10h00, têm início as comemorações do Carnaval, em Santarém, com o Desfile de Carnaval de mais de 2500 Crianças das Escolas Básicas e Jardins de Infância do Concelho. A concentração tem lugar no Jardim da Liberdade e vai percorrer, até às 12h00, as principais ruas do Centro Histórico: Rua Guilherme de Azevedo, Rua Serpa Pinto, Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário), onde terá lugar uma breve paragem, e regresso ao Jardim da Liberdade.

 

Das 14h30 às 17h00, 500 utentes de IPSS –  Instituições particulares de solidariedade social do Concelho vão participar no Baile Interinstitucional, na Casa do Campino, com música a cargo de Madeira Show.

 

Às 19h30 têm início as Festas em Honra de Santo António e Santa Ana – Aldeia D’além, com o Acender da Fogueira e Abertura do Barril.

Às 21h30 abre o Bar e às 22h30, há animação Musical com Phoenix Tour – O Renascer e SJ Music Silva Jeans. A partir das 02h00, a animação musical está a cargo do DJ Rex.

  

sábado:

 Este sábado, dia 10 de fevereiro, às 11h30 e às 16h00, há Hora do Conto, na Livraria Aqui Há Gato. Entrada livre.

Vamos ouvir histórias que nos fazem sonhar, rir, pensar e imaginar. Momentos que nos fazem acreditar que o mundo da fantasia pode estar tão perto…

(Duração) 30’ (Classificação) dos 0 aos 80!

 

Às 12h00 é às 16h30, há Oficinas de Arte – vamos fazer um Urso Rolo, na Livraria Aqui Há Gato.

Um urso bem disposto, com o pelo bem composto… não acreditas? Então vem pintar o teu urso com um garfo!! Curioso? Pois… aqui há gato!

Este mês vamos falar de URSOS!! Vamos criar ARTE à imagem destes enormes e fofinhos animais!! Com muita imaginação, vamos inventar ursos divertidos!

Vem fazer as nossas oficinas de sábado e divertir-te com arte!

(Duração) 60’ (Classificação) a partir dos 4 anos inclusive (Preço) 7€

 

A partir das 13h00, prosseguem as Festas em Honra de Santo António e Santa Ana – Aldeia D’além, com abertura do Bar.

Às 22h00 há animação Musical com Banda Acesso e a partir das 02h00 há animação musical com Hot Crazy Boy.

 

A partir das 15h00 prosseguem as comemorações do Carnaval, com Concurso de Máscaras para Crianças entre os 1 e os 12 anos de idade e Bailinho de Carnaval, com entrada livre, na Casa do Campino.

As inscrições devem ser feitas, antecipadamente, através do e-mail: time4satisfaction.santarem@gmail.com  ou no próprio dia, na Casa do Campino, até às 16h00.

No dia do concurso, todas as crianças inscritas devem comparecer no local até às 16h00, e dirigir-se aos elementos da organização, com o objetivo de confirmar a sua presença e/ou efetuar a sua inscrição. Assim que o concurso tiver início, pelas 17h00, todos os inscritos que não confirmaram a sua presença junto da organização, inviabilizam a sua participação no concurso, uma vez que, de outra forma, podem prejudicar a realização do mesmo.

As inscrições efetuadas após as 16h00, correm o risco de não ver atribuído prémio de participação.

O Concurso de Carnaval para Crianças, tem como objetivo a promoção e dinamização das tradições carnavalescas, através do incentivo à criatividade, imaginação e divertimento, numa atividade lúdica e recreativa, que pretende promover a animação das crianças e das famílias.

O concurso é composto por 3 escalões: 1º Escalão, dos 1 aos 3 anos, 2º Escalão, dos 4 aos 7 anos e 3º Escalão, dos 8 aos 12 anos.

Os vencedores do concurso são selecionados e avaliados por um júri, constituído por 3 representantes do Carnaval de Santarém, que avalia os seguintes critérios: imaginação (25%), criatividade (25%), animação (25%) e originalidade (25%).

O júri vai atribuir prémios aos 3 primeiros vencedores de cada escalão. Os restantes participantes recebem pequenos prémios de participação.

Esta atividade é promovida pela União de Freguesias da Cidade de Santarém com a colaboração da Associação Time4Satisfation e da Câmara de Santarém.

 

Às 16h00, é inaugurada a Exposição de Desenho Figurativo “Os Rostos da Alma”, de Antero Guerra, no Centro Cultural Regional de Santarém – Fórum Actor Mário Viegas.

A Exposição fica patente até dia 24 de fevereiro, e pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 16h00 às 19h00 e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

Às 21h00, tem lugar o Corso Carnavalesco – desfile noturno, no Jardim de S. Bento, para o qual já estão inscritas 14 instituições do Concelho, e que conta com insufláveis e outros equipamentos para animar todos os que quiserem participar. No desfile noturno não vai haver concurso nem prémios. As equipas são convidadas a iluminar os carros alegóricos, de modo a dar ainda mais luz, cor e alegria à iniciativa.

 

Este sábado, há Baile de Carnaval – SonJovem e After Hours com DJ BIG F, integrado na Festa em Honra de Nossa Senhora da Aracela, em D. Fernando.

 

domingo:

 Este domingo, dia 11 de fevereiro, às 08h30, prosseguem as Festas em Honra de Santo António e Santa Ana – Aldeia D’além, com entrada livre.

Às 08h30 há Alvorada, Às 09h00 tem início o Peditório pela localidade e às 12h30 são servidos os almoços.

Às 14h00 há recolha das Fogaças e às 14h30 tem lugar a Missa em Honra de Santo António e Santa Ana, celebrada pelo Padre António Vicente, seguida de Procissão.

Pelas 16h00, tem início o Arraial, abrilhantado pela Sociedade Filarmónica Alcanedense, com Abertura da Quermesse. Às 19h30 é entregue a Bandeja com Fogo de Artifício (Pirotecnia Batalhense) e às 23h00 há Animação Musical com David C.

Este domingo têm lugar os festejos de Carnaval nas freguesias do Concelho.

 

Às 21h00 prosseguem as comemorações do Carnaval em Santarém, com Caminhada Carnavalesca, em parceria com os Scalabis Night Runners, com partida da Sede dos SNR, no Campo Infante da Câmara. Ao longo do percurso, a organização vai oferecer algumas surpresas aos participantes desta caminhada, de modo a reforçar o espírito do Carnaval.

 

terça-feira:

No dia 13 (terça-feira) – Dia de Carnaval, a partir das 15h00, tem lugar o Corso de Carnaval, no Jardim de S. Bento, que conta com a participação de 14 instituições do Concelho, insufláveis e outros equipamentos para animar todos os que quiserem participar. Esta atividade já conta com concurso e com prémios. O júri é constituído por um elemento de cada associação participante, por elementos da Câmara de Santarém e da Viver Santarém.

 

 

 

Em permanência:

 Até dia 28 de fevereiro, visite a Mostra Bibliográfica “Dia Mundial da Justiça Social” – 20 fevereiro, na Biblioteca Municipal Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

O conceito de “justiça social” é definido como um conjunto de políticas que têm como missão resolver situações de desigualdade e exclusão social. Este conceito surgiu nos meados do século XIX como consequência da necessidade de se conseguir uma partilha equitativa dos bens socias e uma melhoria da condição de vida daqueles que mais sofrem com desigualdades. A essas desigualdades somam-se ainda os estigmas sociais associados à cor ou à condição económica de cada pessoa.

O “Dia Mundial da Justiça Social”, que se comemora a 20 de fevereiro, é uma efeméride que surgiu pelo reconhecimento da Assembleia Geral das Nações Unidas, a partir de 2009, que determinou que este dia passasse a ser comemorado com o objetivo de promover esforços para enfrentar questões como a pobreza, a exclusão e o desemprego.

 

Até dia 28 de fevereiro, visite a Mostra Bibliográfica “Vamos ler… Cesário Verde”, na Sala de Leitura Bernardo Santareno, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00 e ao sábado, das 09h30 às 12h30.

Nascido a 25 de fevereiro de 1855, Cesário Verde foi considerado um dos pioneiros precursores da poesia que seria feita em Portugal no século XX.

A poética de Cesário afirma-se por retratar realidades quotidianas, o que o aproxima dos poetas portugueses do século XX e que em seu tempo o tornou tão incompreendido. As situações do quotidiano são um ponto de partida preferencial para os seus poemas.

Na linguagem e estilo utilizados, o poeta opta pelo vocabulário objetivo, pormenor descritivo, comparações, bem como utilização de imagens visuais de modo a dar uma dimensão realista do mundo daquela época.

 

 

Até dia 28 de fevereiro, a Biblioteca Municipal Braamcamp Freire tem patente a Mostra Documental “Falam documentos de outras eras”, que pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 18h00.

Verde de Alvysquer// Carregou ao Thesoureiro vinte edous/ mil Reis importância do primei/ro quartel Santarem 7 de Maio de 1818. Assina o escrivão, Domingos José da Costa e o tesoureiro, Simão.

Os livros de Receita e Despesa da Câmara da Vila de Santarém contêm o registo das rendas pagas ao tesoureiro, dos bens de raiz (imóveis rústicos e urbanos) camarários. E por sua vez, o registo da despesa (pagamentos) efetuada pelo tesoureiro.

O Verde de Alvisquer consiste no pagamento da renda ao Município pelas terras arrendadas (rendas do verde), para sementeiras de sustento animal/pastagens, nos campos ribeirinhos da Vila de Santarém. O Livro contém o termo de abertura e encerramento, está assinado e rubricado pelo vereador da Câmara, Cláudio Manoel d’Almeida Cardoso Telles.

 

Até dia 31 de março, visite a Exposição “Coleção de arte contemporânea ‘Manuela de Azevedo’, na Biblioteca Municipal Anselmo Braamcamp Freire, de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Na Casa-Museu Anselmo Braamcamp Freire encontra-se em exposição parte do espólio artístico da jornalista Manuela Ferreira de Azevedo, doado à Câmara Municipal de Santarém no final da década de 80, espólio esse que contempla reconhecidos artistas nacionais e internacionais.

De 3 de Janeiro até ao final de Março estará em destaque trimestral uma obra da autoria de Oswaldo Teixeira: “Paisagem Urbana”, Gravura s/ papel (água forte), datada de 1937.

 

 

Até dia 28 de abril, visite a Exposição “Santarém Cidade em Crescente”, na Casa Pedro Álvares Cabral / Casa do Brasil, de terça-feira a sábado, das 09h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

A exposição apresenta-se como uma proposta de leitura do espírito do lugar (genius loci), partindo de uma matriz identitária de base geográfica (mediterrâneo oriental – ‘crescente fértil’) e sublinhando a dimensão mnemónica da sua paisagem cultural.

A mostra combina objetos museológicos com imagens e instalações de arte contemporânea, apostando fortemente na componente sensorial, experiencial e multimédia.

O discurso expositivo aborda temáticas diversificadas, muito ligadas com o fundo cultural da região, destacando a importância da agricultura (vinho, azeite e cereais), do touro e do cavalo, do rio e da lezíria. Paralelamente, explora as vertentes simbólico-religiosas, particularmente as ligadas à fertilidade – ‘paisagem da abundância’. Finalmente, interpreta a importância local e o simbolismo e a religiosidade das águas, presentes no mito de Santa Iria.

 

Visite o Núcleo Museológico do Tempo – Torre das Cabaças, com destaque para o Relógio Solar da Torre, de quarta-feira a domingo, das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 (sob marcação através do telefone: 243 377 290 ou 912 578 970.

“Segmento de fuste de coluna com altos-relevos nas duas faces opostas. Numa encontra-se o brasão oitocentista das armas da Vila de Santarém e na outra em quadrante solar, vertical e retangular sem estilete, com orientação a meridional (quadrante meridiano). O relógio de sol encontra-se datado e a numeração das partes do dia (horas) foram insculpidas em capitais romanos, pelo processo de sulco, na sequência das linhas divisórias.

O brasão de Santarém, documentado na sigilografia desde 1246, encontra-se presente em vários testemunhos da arquitetura civil, como a ponte de Alcorce, o Chafariz de Palhais ou das Figueiras, o padrão de Santa Iria ou a Fonte da Junqueira. Testemunhando o domínio da propriedade municipal, a partilha de despesas entre o município e a coroa, a ostentação ou a comemoração dos seus emblemas (o castelo e o rio e escudetes régios), ele constitui uma fonte essencial para a história concelhia e para a identidade das suas populações no tempo e no espaço”.

 

Visite o Centro de Interpretação Urbi Scallabis – USCI, no Jardim Portas do Sol, de quarta-feira a domingo das 09h15 às 12h30 e das 14h00 às 17h15.

“Instalado no Jardim Portas do Sol, o Centro de Interpretação Urbi Scalabis concilia, de forma harmoniosa, a dimensão turística e a vertente científica, fruto de um aprofundado trabalho de estudo e investigação.

A área expositiva oferece uma fácil abordagem no domínio inovador da interatividade, que permite, à distância de um toque digital, identificar e localizar o valor do património arquitetónico, a riqueza da tumulária, a abundância da heráldica e a qualidade da azulejaria que a cidade ostenta e que, muitas vezes, os escalabitanos e os turistas desconhecem”. Para mais informações, contate: 243 357 288.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Cultura

0 0.00
Ir para Topo