Santarém – Assembleia Municipal aprova moção para limpeza da cidade e do concelho

em Últimas

A Assembleia Municipal de Santarém, reunida dia 10, discutiu e aprovou a moção apresentada pelo PS que exige do executivo Municipal a apresentação de um plano calendarizado com a indicação dos meios e recursos humanos e técnicos atribuídos à limpeza urbana no concelho.

Moção aprovada por expressiva maioria, apesar da forte contestação ao seu contudo e pressupostos por parte do presidente da Câmara, que considerou que têm sido feitos todos os esforços para manter a cidade e o concelho limpos e que o problema dos pombos seria parcialmente resolvido com a construção de um pombal contracetivo, previsto nas Grandes Opções do Plano, Francisco Mendes (deputado independente do Mais Santarém integrado na bancada do PS), defendeu a moção, bem como o deputado do PS Manuel Afonso, tendo o executivo liderado por Ricardo Gonçalves, que desvalorizou sempre a moção e o que nela era exigido, sofrido uma inesperada derrota, em virtude da bancada dos deputados eleitos do PSD ter votado favoravelmente a moção, que obteve 31 votos favoráveis (PS+CDU+BE+ PSD+Freguesias), 11 votos contra (freguesias) e uma abstenção (CDS).

Por fim, no espaço dedicado ao público, o primeiro assinante da petição “Por uma Cidade Limpa- Pela Limpeza Regular dos Espaços Públicos de Santarém”, Armando Leal Rosa interveio, explicando as razões que levaram a Associação Mais Santarém-Intervenção Cívica a promover esta petição, dizendo-se satisfeito por ter estado na origem de uma moção aprovada de forma tão expressiva pela Assembleia Municipal. Lamentou também as palavras do presidente da Câmara por ter desvalorizado a petição, assim como a existência de problemas de falta de limpeza na cidade e no concelho. E justificou essa discordância pela facilidade com que em três semanas e em dez lojas da cidade se terem conseguido quase 500 assinaturas nessa petição, sinal do descontentamento dos comerciantes e dos munícipes com a deficiente limpeza da cidade que ficaria bem ao presidente reconhecer.

Esta agora Câmara obrigada, por decisão da Assembleia Municipal, a apresentar um plano calendarizado com a indicação dos meios e dos recursos humanos e técnicos atribuídos à limpeza urbana no concelho.

A Assembleia Municipal aprovou ainda o Plano Estratégico Educativo do Concelho, e chumbou a proposta apresentada pela CDU sobre a redefinição dos limites territoriais da Freguesia de Pernes.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Últimas

0 0.00
Ir para Topo