Chamusca vai receber central de biomassa de 9 milhões

em Economia

O Eco Parque do Relvão, na Chamusca, distrito de Santarém, vai receber uma central de biomassa residual, num investimento de 9 milhões de euros, que permitirá desviar do aterro cerca de 35 mil toneladas de biomassa residual que passam a ser canalizadas para produção de energia. A central irá receber não apenas a biomassa residual florestal, mas também resíduos agrícolas, provenientes de podas de vinhas, por exemplo, e resíduos verdes das podas municipais. Vai ter uma capacidade 3MW e deve estar concluída no prazo de dois anos e meio. A energia que produzir será canalizada para a rede elétrica nacional a preço de mercado, ou seja, sem tarifas bonificadas.

O investimento vai ser financiado em 5 milhões de euros por fundos comunitários. Segundo o presidente da Câmara da Chamusca, Paulo Queimado, que anunciou este investimento na rede social do Linkedin, o Governo já manifestou intenção de apostar nestas instalações enquanto “centrais de produção de eletricidade renovável, reforçando o papel que podem ter no estímulo à limpeza da floresta”. Segundo o Decreto-Lei cabe agora aos municípios a instalação e exploração das centrais. O diploma previa ainda um apoio com duração definida na remuneração da eletricidade fornecida à rede determinado pelo Governo, o que ainda não foi publicado, refere o autarca.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Economia

0 0.00
Ir para Topo