Consciência

em Opinião

Diz-nos o anexim popular que “mais depressa se apanha um mentiroso do que um coxo.” Evoco esta máxima do povo, sempre sagaz, no intuito de comentar a ausência de reacção de uma certa fauna – não há outro termo possível! – que se apregoa discípula seminal do Dr. Eurico Heitor Consciência e que, por entre ganires lutuosos e juras de fidelidade canina, afirma haver assinado a sangue os seus escritos elegíacos de preito e despedida do grande causídico, mas que não é capaz de uma palavra de reforço ou reconhecimento à iniciativa de criar um prémio anual de cidadania activa e intervenção cívica com o nome do ilustre advogado. Explicando: o PSD de Abrantes apresentou uma proposta, em reunião da Câmara Municipal, para que fosse instituído o supramencionado galardão. Tendo sido ultrapassada essa fase, o projecto será debatido e aprofundado, agora, em sessão extraordinária da Assembleia Municipal do Concelho; uma exigível e necessária solenidade, dada a relevância do tema! Claro que, no mais extremo dos extremismos, depois do trilho percorrido, o laurel poderá chumbar no órgão magno da Autarquia; no entanto, não quero acreditar num tão hipotético e tão vexatório corolário deliberativo. Seria um supremo insulto; uma ignomínia imperdoável! Voltando às carpideiras calçadas, porque nunca as vi sem os pés confortavelmente protegidos dos elementos naturais, a que se deve o desonroso silêncio? Supuram inveja por não serem os autores da ideia? Babam ressabiamento pelo ânimo proponente ser do PSD? Não sei… Contudo, eles são facilmente identificáveis: passeiam-se com as cabeças cobertas pelo manto amarelento da hipocrisia!

João Salvador Fernandes

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

Ultima de Opinião

0 0.00
Ir para Topo